Economia

Zona Franca: Codam vota pauta de R$ 830 milhões em investimentos na ZFM, nesta quinta

Segunda reunião do ano é prevista para o próximo dia 21 de maio, no auditório da Seplancti - foto: divulgação

Segunda reunião do ano é prevista para o próximo dia 21 de maio, no auditório da Seplancti – foto: divulgação

Um pacote de 24 projetos com investimentos estimados em R$ 830 milhões e geração de 1.235 vagas no mercado de trabalho, ao longo do período de até três anos, será avaliado pelo Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam).

O conselho se reunirá nesta quinta (21), às 15h, no auditório da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti). Projetos para a produção de telefone celular, tabelets e HDs são destaques na pauta – disponível em www.seplancti.am.gov.br – da reunião do Codam, a segunda a ser realizada este ano.

No acumulado do ano, incluindo os projetos industriais aprovados em fevereiro, o investimento projetado pelo Codam até o momento é de R$ 2.127 bilhões e 2.939 novas vagas, em um total de 48 proposições encaminhadas por empresas.

Na primeira reunião de 2015, realizada em fevereiro, o Codam aprovou, na íntegra, pauta de investimentos com 24 projetos industriais estimados em R$ 1,297 bilhão, e 1.704 empregos no mercado de trabalho nos próximos três anos.

Os destaques da pauta foram os projetos para a fabricação de componentes para aparelhos de áudio e vídeo, placas de circuitos montadas e terminais de auto atendimento bancários.

Ano atípico

Na primeira reunião do ano do Codam foram aprovados 45,45% menos projetos que no mesmo período de 2014. Na época, o ex-titular da Seplan, Airton Claudino, salientou que a queda ocorreu porque a base de comparação estava apreciada em razão da Copa.

Apesar de uma quantidade menor de projetos, os investimentos foram 57,6% maiores diante do ano anterior. E a geração de mão de obra estimada, apesar de ter sido 13,55% menor, ela foi maior se comparado os investimentos.

Na comparação com a reunião realizada em fevereiro, a nova pauta concentra mais investimentos, um total de R$ 830 milhões contra R$ 696 milhões, porém projeta menos geração de emprego – 1.235 vagas abaixo dos 1.558 postos de trabalhos estimados na reunião passada. Indicativo do período recessivo porque passa a economia.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir