Eleições 2016

Zé Ricardo assina compromisso que melhora saneamento básico em Manaus

Em evento promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), na tarde desta quinta-feira (15), o candidato a prefeito de Manaus, José Ricardo (PT) assinou uma carta de compromisso em defesa do equilíbrio ambiental e social da cidade. Além da assinatura, falou sobre propostas, desta vez destacando a implantação do sistema de esgotamento sanitário e da política de reaproveitamento de resíduos sólidos, por meio de reciclagem e de sistemas de tratamento.

José Ricardo propõe que seja revisto o novo contrato com a concessionária responsável pelo tratamento de esgoto da capital, além de determinar normas que proíbam a cobrança da taxa de esgoto onde não haja coleta, tratamento e destinação adequada dos dejetos. “Manaus está entre as 20 piores do Brasil no quesito saneamento básico, segundo o Instituto Trata Brasil, porque esse serviço, que é um direito básico do cidadão, não é prioridade desta atual gestão municipal. Hoje, o tratamento de esgoto não cobre 10% da cidade, o que é uma vergonha. A empresa concessionária investiu praticamente nada em esgoto e não podemos aceitar que a população pague por um serviço que não tem na sua área”, disse ele, que pretende dobrar a coleta e o tratamento de esgota na capital, se for eleito.

O candidato também pretende promover campanhas de ações de combate aos lixões clandestinos e às lixeiras viciadas; erradicar acomodação irregular de resíduos em vias públicas e aterros sanitários, diminuindo os impactos causados ao meio ambiente; criar o Programa Feira Sustentável, com ações que visem o reaproveitamento de resíduos orgânicos e reciclagens; promover a inclusão social, com geração de renda e melhoria das condições de trabalho das associações e cooperativas de catadores, por meio de capacitação e formação continuada, assegurando a esse segmento a implantação do programa de coleta seletiva solidária, em conformidade com a Lei 12.305/2010 e a Lei 11.445/2007.

Junto ao CAU, o candidato assinou o compromisso de garantir a mobilidade urbana, com qualidade nas diversas políticas setoriais e ações, de acordo com os fundamentos de governança metropolitana; o planejamento urbano, priorizando o pedestre, tornando a cidade ambientalmente inclusiva, priorizando empreendimentos habitacionais para a população de baixa renda e associando mobilidade e território; e o monitoramento de metas, repensando a representatividade do Conselho das Cidades e demais conselhos e a construção de instrumentos que possibilitem uma ampla participação popular.

“Temos várias propostas no nosso Plano de Governo que vão ao encontro dessas metas, uma vez que realizamos reuniões com a sociedade para melhorias da cidade. Manaus, nos últimos 30 anos, é exemplo de tudo que não deve ser feito, sem planejamento algum, com muita devastação e ocupações irregulares. É preciso seriedade na gestão pública e priorizar a cidade. Parabéns pela iniciativa do Conselho e, se chegarmos à Prefeitura, queremos dialogar, num processo participativo que incluam as prioridades e todos e todas”.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir