Eleições 2014

Zé Maria prega voto nulo no segundo turno

O candidato do PSTU à Presidência da República, Zé Maria, disse nesta segunda-feira (22) que tanto ele quanto os correligionários de seu partido deverão votar nulo no segundo turno das eleições.

Para o candidato, nenhum dos três candidatos com chances de eleição – Dilma Rousseff, do PT, Marina Silva, do PSB, e Aécio Neves, do PSDB – representa os interesses dos trabalhadores.

“Não apoiaremos nenhuma das candidaturas. Se for analisada a prestação de contas por eles apresentada ao TSE, vai ver que todas estão sendo financiadas pelos bancos, pelas mesmas grandes empresas do agronegócio, as mesmas empreiteiras”, disse Zé Maria. Segundo ele, aí começam aí as situações de corrupção e nasce a relação de fidelidade dos candidatos, não com o eleitor, mas com a empresa que está pagando a campanha.

Segundo turno

Em um segundo turno, na hipótese de estarem na disputa Dilma e Marina, nenhum voto vai representar o interesse da classe trabalhadora, acrescentou o candidato. “Portanto, é melhor o voto nulo.”

Zé Maria disse que, atualmente, seu partido, o PSTU, é o único que ainda está no campo das esquerdas. “Se se acompanhar a polêmica entre Dilma, Marina e Aécio, a conclusão é que todas as acusações que um faz contra o outro são corretas. É verdade quando a Dilma fala que a Marina, ao propor independência do Banco Central, quer entregar a economia para o controle dos banqueiros. Da mesma forma, é verdade que a própria Dilma entregou o controle da economia do país, nos últimos quatro anos, aos bancos”, destacou.

Para o candidato, nenhuma das três principais candidaturas com chance de vitória representa mudanças. “As decisões de governo, em termos de política econômica, eram controladas pelos bancos e pelas grandes empresas, desde o governo de Fernando Henrique Cardoso. Por isso, Aécio não é uma alternativa de mudança para o país, é uma volta ao passado. Neste sentido, nenhuma das três candidaturas aí postas representa as mudanças de que o país precisa para que o povo tenha uma vida digna, com emprego, moradia e saúde.”

Zé Maria criticou as campanhas dos candidatos na televisão, dizendo que estão repletas de inverdades. “O que estamos vendo hoje é um festival de mentiras. É um espetáculo da falta de seriedade com que os grandes partidos tratam a política em nosso país. Eles põem um filme de ficção na televisão para tentar enganar o povo brasileiro.”

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir