Esportes

Vôlei de Praia: Brasil fica com a prata em Buenos Aires, mas leva o título da temporada

Apesar da boa atuação das brasileiras a vitória ficou com as argentinas que jogaram em casa – foto: divulgação

Apesar da boa atuação das brasileiras a vitória ficou com as argentinas que jogaram em casa – foto: divulgação

A dupla que representou o Brasil na etapa final do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia 2014/2015, Elize Maia/Ana Patrícia (ES/MG) enfrentou o frio, a torcida argentina e as campeãs Pan-Americanas em Toronto, Ana Gallay/Georgina Klug (ARG), na decisão realizada neste domingo (02). Apesar da boa atuação das brasileiras a vitória ficou com as argentinas que jogaram em casa, no parque Sarmiento em Buenos Aires, 2 sets a 0 (22/20 e 21/19).

Mesmo com o revés na final, a dupla brasileira garantiu os pontos necessários para deixar o Brasil em primeiro no ranking Sul-Americano e conquistar o título da temporada no naipe feminino, que terminou as oito etapas com 1640 pontos. A Venezuela, que conseguiu o bronze na etapa de encerramento, fez 1500 pontos e ficou em segundo. As campeãs em Buenos Aires marcaram 500 pontos para a Argentina, que terminou o circuito na terceira posição com 1420 pontos.

No jogo, empurradas pela torcida local, Gallay e Klug tentaram impor o ritmo de jogo logo no começo, mas o saque brasileiro deu trabalho e o bom posicionamento na rede de Ana Patrícia dificultou as viradas de bola argentinas, que passaram a usar mais largadas. Pelo lado brasileiro, o volume defensivo foi destaque, mas alguns erros no contra-ataque não permitiu que o placar se alargasse. As argentinas acabaram encaixando uma boa sequência de defesas e fecharam o set em 22/20.

Na parcial seguinte, com bom desempenho do bloqueio de Ana Patrícia, foram seis pontos no jogo neste fundamento, e Elize Maia se movimentando bem no fundo da quadra, a dupla conseguiu abrir três pontos de vantagem. A diferença se manteve até pouco depois da metade do set. Na reta final, com o apoio das arquibancadas e contando com erros de ataque das brasileiras, Gallay/Klug conseguiu a virada e fechou a partida em 21/19.

“O jogo foi bem disputado, foram dois sets bem jogados pelos dois times. A gente sempre quer ganhar e vem com essa vontade, mas essa prata tem sabor de superação, pois tivemos muitas adversidades nesse torneio. Eu e a Patrícia não somos uma dupla. Normalmente eu jogo bloqueando e na entrada de rede. Aqui joguei defendendo e na saída. Ainda assim viemos para dar o nosso melhor. Fiquei feliz por subir mais uma vez no pódio, e, mais do que isso, conseguir o título da temporada para o Brasil”, contou Elize Maia. Já a jovem bloqueadora Ana Patrícia comentou sobre a experiência em um campeonato internacional.

“Esse campeonato foi mais uma experiência muito importante para minha carreira. Sabíamos que seria um jogo bem disputado por se tratar de duas atletas muito experientes. Os dois sets foram disputados ponto a ponto e no fim elas levaram vantagem. Viemos aqui com a missão de fazer o Brasil campeão Sul-Americano da temporada 2014/2015, e alcançamos a nossa meta dando o nosso melhor. Agora eu só quero agradecer todos que confiaram em nós e nos deram a oportunidade de representar mais uma vez o Brasil”, disse a mineira de 17 anos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir