Sem categoria

Viatura e rádio da PM são encontrados em posse de bandido e Estado manda investigar

Sergio Fontes, informou que caso seja comprovado o envolvimento do tenente coronel Guedes, serão tomada as medidas cabíveis - foto: divulgação

Sergio Fontes, informou que caso seja comprovado o envolvimento do tenente coronel Guedes, serão tomada as medidas cabíveis – foto: Josemar Antunes

Uma viatura descaracterizada da Policia Militar, modelo Parati, de cor branca, placa NOC-8529, além de um rádio comunicador da corporação, foram encontrados nesta segunda-feira (11) em posse de um dos envolvidos na tentativa de arrombamento ao caixa eletrônico do Terminal Rodoviário Engenheiro Huascar Angelim, na avenida Mario Ypiranga Monteiro, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, ocorrida também ontem.

Em nota, a assessoria da Polícia Militar do Amazonas infirmou que o comandante geral da corporação, James Frota, ao tomar conhecimento da ocorrência, determinou imediatamente a abertura de um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias do crime.
Ainda segundo a nota, será realizada uma nova conferência de todos os veículos da instituição no Pátio do Comando Geral para esclarecer qualquer suposto ato obscuro à sociedade, através da imprensa.

Entenda o caso

Durante a tentativa de assalto à rodoviária de Manaus, ontem, foram presos quatro homens, identificados como Cláudio Gomes da Silva, 38, Luiz Carlos Gomes Barbosa, 41, Marcelo Moraes de Oliveira, 27, e Rhanderson Pond Barroso, 30.

Após conversa com policiais da Ronda Ostensiva Candido Mariano (Rocam), um dos suspeitos da tentativa de roubo levou os policiais a uma residência localizada na Zona Norte da cidade, onde a viatura estava escondida.

Dentro do veículo estava um rádio comunicador sintonizado na frequência em que operam a 12ª e 22ª Companhias Interativas Comunitárias (Cicom), mas, segundo a polícia, com o rádio os bandidos podiam monitorar todas as outras Cicoms que atuam nas Zonas Centro-Sul e Norte da cidade.

Além do rádio, dentro do automóvel foi encontrada uma cautela em nome do tenente coronel Guedes, comandante do colégio militar da Polícia Militar do Amazonas 4, que seria o responsável pelo veículo.

O fato causou revolta entre os policiais, pois, segundo eles, se fosse um soldado, o caso teria tomado uma proporção muito grande, mas como o carro estava cautelado em nome de um oficial da PM, possivelmente tentaram ‘abafar’.

O titular da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Sergio Fontes, informou que o caso está sendo já investigado pela Polícia Civil e que, se comprovado o envolvimento do tenente coronel Guedes, serão tomada as medidas cabíveis.

“Até então eu não tinha conhecimento sobre esse fato, não havia Boletim de Ocorrência informando o roubo. O tenente que era responsável pela viatura irá prestar depoimento sobre o caso na tarde de hoje, no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso está sendo investigado. Se for confirmado o envolvimento do oficial, serão tomadas providencias cabíveis”, disse Fontes.

Por Mara Maragalhães

Colaborou Bruna Souza

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir