Economia

Verizon confirma acordo para compra do Yahoo! por US$ 4,8 bilhões

A Verizon também era vista como a competidora com mais dinheiro em caixa e capacidade de se beneficiar das sinergias entre AOL e Yahoo! - foto: divulgação

A Verizon também era vista como a competidora com mais dinheiro em caixa e capacidade de se beneficiar das sinergias entre AOL e Yahoo! – foto: divulgação

A operadora de telecomunicações americana Verizon confirmou nesta segunda-feira (25) o acordo para comprar os negócios operacionais da gigante de internet Yahoo! por US$ 4,83 bilhões em dinheiro.

Em nota, a Verizon destaca a audiência de mais de um bilhão de usuários ativos por mês no Yahoo!, incluindo 600 milhões de usuários ativos no celular. A operadora lembra que a gigante de internet também une anunciantes a seus públicos-alvos por meio de tecnologia de anúncios que “combina o poder de seus dados, conteúdo e tecnologia”.

“Um ano atrás nós compramos a AOL para impulsionar nossa estratégia de oferecer uma conexão que ultrapasse a tela para nossos consumidores, criadores e anunciantes. A compra do Yahoo vai colocar a Verizon em uma posição altamente competitiva como uma companhia global de mídia para celular, e ajudará a acelerar nossas receitas com publicidade digital”, afirma o presidente da Verizon, Lowell McAdam.

A aquisição encerra meses de especulação envolvendo o Yahoo!. O acordo possivelmente colocará fim ao reinado de Marissa Mayer no Yahoo!, após tentativas frustradas de reinventar a empresa.

Logo que o Yahoo! começou a cogitar a venda de seu negócio, a Verizon foi considerada por analistas a empresa que mais teria interesse na aquisição. A operadora de telecomunicações já tinha em seu portfólio a AOL, outra gigante que nasceu com a internet e não conseguiu se sustentar com a evolução do mercado. A aquisição, ocorrida no ano passado, foi fechada pelo valor de US$ 4,4 bilhões.

A Verizon também era vista como a competidora com mais dinheiro em caixa e capacidade de se beneficiar das sinergias entre AOL e Yahoo!.

Brian Weiser, analista da consultoria Pivotal Research citado pelo jornal “The New York Times”, afirmou que a combinação da AOL com o Yahoo! criará a terceira maior plataforma on-line para anúncios, atrás apenas do Google e do Facebook.

Nos últimos meses, a Verizon tem buscado ampliar sua oferta de conteúdo digital, principalmente no formato de vídeo e endereçado a celulares. Sob esse ponto de vista, o Yahoo! poderia ampliar a oferta de notícias da operadora. Outro ponto forte é o expressivo número de 1 bilhão de pessoas que usam os serviços do Yahoo! todo mês.

Atualmente, a Verizon tenta convencer os órgãos reguladores americanos a permitir que use com maior liberdade os dados que recolhe de seus consumidores na internet para vender anúncios direcionados a eles.

No que provavelmente foi seu último balanço como empresa de capital aberto, o Yahoo! anunciou na segunda passada (18) que seu prejuízo cresceu de US$ 22 milhões para US$ 494 milhões no segundo trimestre, em comparação com o mesmo período de 2015. A Verizon vai divulgar seu resultado financeiro nesta terça-feira (26).

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir