Política

Vereadores da bancada do prefeito de Parintins denunciam pares por injúria e difamação em redes socais

A denúncia foi formalizada nesta sexta-feira - foto: Tadeu de Souza

A denúncia foi formalizada nesta sexta-feira – foto: Tadeu de Souza

Parintins (AM) – Os vereadores Gelson Morais (PSD), Vanessa Gonçalves (Pros), Cabo Ernesto (PTN), Everaldo Batista (Pros) e o suplente Carlos Augusto (PSD), todos integrantes da bancada do prefeito Alexandre da Carbrás (PSD), na Câmara Municipal de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), denunciaram na manhã desta sexta-feira à 3ª Delegacia Interativa do município os colegas de casa Ray Cardoso (PMDB) e Juliano Santana (PDT).

Eles teriam, supostamente, orientado o empresário Dlon Gomes a postar nas redes socais, por meio de um perfil ‘fake’ (falso) – denominado José Nogueira – informações caluniosas e injuriosas acerca dos cinco denunciantes.

Segundo a vereadora Vanessa Gonçalves (Pros), foi entregue  ao delegado Bruno Fraga, titular da 3ª DIP, um CD com o áudio da conversa entre os vereadores de oposição e o empresário, na qual ele é orientado a dizer que todo dia 10 de cada mês, a bancada do prefeito recebe na residência um ‘mensalinho’.

Segundo ela, no áudio se ouve supostamente a voz do vereador Juliano Santana (PDT), insistindo para que o empresário inclua o seu nome. A polícia abriu um procedimento para apurar a denúncia.

Conselho de Ética

O presidente da Câmara Municipal, Everaldo Batista (Pros), disse que o assunto será encaminhado ao Conselho de Ética para que os seus membros tomem alguma providencia em relação ao caso.

Ouvido pelo portal EM TEMPO, o vereador Juliano Santana (PDT) contestou a denúncia dos colegas da situação e disse que em momento algum orientou que o empresário fizesse post nas redes sociais, difamando a bancada do prefeito Carbrás.

Eu apenas respondi uma pergunta que este senhor me fez a respeito do nome dos vereadores que integram a bancada governista, nada mais e eu também vou entrar na Justiça para saber quem está gravando as minhas conversas telefônicas e com ordem de quem”, disse Santana.

Já o vereador Ray Cardoso (PMDB) confirmou que citou o nome da vereadora Vanessa Gonçalves, mas, segundo ele, em tom de brincadeira. “Não é verdade que eu tenha feito acusações a quem quer que seja.  Não posso ser acusado de estar fazendo campanha contra meus colegas, não tenho amizade com o empresário mencionado”, afirma o vereador, salientando que não procurou o empresário e nem pediu que o mesmo fizesse post contra os colegas.

O empresário Dlon Gomes declarou para os veículos de comunicação de Parintins que se manifestará sobre denuncia dos vereadores tão logo seja notificado pelas autoridades policiais.

O caso está tendo grande repercussão na região de Parintins.

Por Tadeu de Souza

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir