Sem categoria

Vereador é preso em Eirunepé ao arrombar portas de hotel e fazer ameaças

Antilde foi autuado em flagrante por ameaça, dano qualificado e exercício arbitrário das próprias razões - foto: divulgação

Antilde foi autuado em flagrante por ameaça, dano qualificado e exercício arbitrário das próprias razões – foto: divulgação

Na noite do último sábado (20), o vereador do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) Antilde José Gomes, 40, foi autuado em flagrante por dano qualificado, ameaça e exercício arbitrário das próprias razões na Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé ( a 1.160 quilômetros da capital).

De acordo com a delegada titular da DIP, Mary Anne Trovão, os crimes ocorreram por volta das 22h, em um hotel situado na avenida Getúlio Vargas, Centro, onde Delciney da Conceição Fernandes, 30, estava hospedado.

“Conforme testemunhas, Antilde entrou no estabelecimento segurando uma faca e à procura de Delciney, gritando que iria matá-lo. A vítima ouviu os gritos e fugiu pela janela de um dos quartos. O vereador arrombou oito portas de compensado dos quartos localizados no térreo do prédio, dando empurrões e chutes”, informou Mary Anne.

A delegada ressaltou que, durante o tumulto, Amarinaldo Pereira da Silva, 38, conhecido como ‘Bereca’, funcionário do vereador, ainda tentou conter Antilde, que estava visivelmente alterado e também o ameaçou, dizendo que iria furá-lo e matá-lo. Servidores da Polícia Militar foram acionados e chegaram minutos depois ao local, onde realizaram a prisão do parlamentar e o conduziram à DIP de Eirunepé.

Em depoimento, Antilde informou à delegada que ameaçou Delciney porque o homem teria furtado R$ 8 mil da casa dele. Delciney, aos prestar esclarecimentos, argumentou que é umbandista e foi contratado pelo vereador para realizar rituais e que o vereador teria entregue a ele o referido dinheiro para comprar os produtos necessários para o serviço. “Ele achou que eu não tivesse gasto todo o valor e ficado com o restante”, afirmou durante oitiva.

Além de Antilde e Delciney, Amarinaldo e um funcionário do hotel foram ouvidos na delegacia, segundo Mary Anne. Na unidade policial foi constatado que Antilde possui dez procedimentos na delegacia, envolvendo lesões corporais simples, violência doméstica, dano ambiental e crimes contra a honra. O infrator não confirmou a versão dada por Delciney, porém não soube dizer a ligação que eles tinham.

Antilde foi autuado em flagrante por ameaça, dano qualificado e exercício arbitrário das próprias razões. Após a conclusão dos procedimentos legais, ele foi levado para a carceragem da delegacia, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir