Sem categoria

Vereador assume prefeitura de Maraã por 90 dias

O presidente da Câmara Municipal de Maraã (a 615 quilômetros de Manaus), Bethuel Pereira (PSDC), assumiu interinamente a prefeitura do município na tarde desta sexta-feira (4). A medida visa garantir que o vice-prefeito, Magno Moraes (PT), não tome posse enquanto até que seja comprovada sua inocência na morte do então prefeito, Cícero Lopes. A reunião aconteceu às 13h30 na sede da Câmara, com seis vereadores da cidade.

Segundo Bethuel Pereira, o pedido foi feito pela filha do ex-prefeito assassinado, Maria Gleiciane Silva. “Em reunião, todos os seis vereadores votaram favorável a suspensão da posse de Magno e ficou acertado um prazo de 90 dias para que o inquérito policial, que investiga a morte de Cícero Lopes, comprove que Magno não teve participação alguma no atentado. Com a inocência comprovada, o vice-prefeito poderá assumir o cargo normalmente” disse.

O prefeito interino falou ainda que o vice-prefeito será investigado pela própria Câmara Municipal, tanto pelo envolvimento na morte de Cícero quanto por crimes de improbidade administrativa. “Nós já temos provas contra o vice-prefeito sobre documentação fabulosa e outras ilegalidades, mas ainda falta concluir a investigação”, divulgou.

Na última quarta-feira (2), Magno já havia protocolizado, junto à Câmara Municipal de Maraã, um requerimento para assumir a prefeitura como sucessor natural de Cícero Lopes, mas acabou recuando após dois primos seus terem sido presos pela polícia por suspeita de participação no atentado, e resolveu aguardar o fim das investigações.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir