Mundo

Venezuela quer ser o maior exportador de gás da América Latina

O ministro do Petróleo mda Venezuela, Eulogio Del Pino, disse que o projeto de exploração de gás “Gran Mariscal Sucre”, situado na península de Paria, poderá transformar o país no maior exportador de gás da região.

“Em menos de um ano, o projeto Cardon, desenvolvido no Golfo da Venezuela, está produzindo cerca de 600 milhões de metros cúbicos (m³) por dia. Enquanto isso, o campo de Dragón começará a produzir 300 milhões de m³, o que junto com o restante dos campos que fazem parte do projeto Mariscal Sucre, pode chegar à produção de mais de 1 bilhão de m³ nos próximos anos”, disse Del Pino.

Comunicado da empresa Petróleos da Venezuela S/A (PDVSA) informa que o projeto abrange quatro campos: Dragón, Patao, Mejillones e Rio Caribe. Segundo a estatal, a produção pode chegar a 1,2 bilhão de m³ diários e 28 mil barris por dia de gás condensado.

A PDVSA já negocia contratos de exportação com Trinidad, Aruba, Curaçao e Jamaica. Esses contratos se somam ao acordo já assinado com a Colômbia, que inclui a exportação de até 50 milhões de m³ diários a partir dos campos de gás no Golfo da Venezuela. Segundo Del Pino, a intenção é exportar gás venezuelano para toda a região, diversificando divisas, que atualmente dependem do petróleo.

Por Agência Brasil via  Agência Sputnik

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir