Economia

Vendas no varejo frustram previsão de alta e caem 0,4% em abril

As vendas do comércio varejista surpreenderam, com queda de 0,4% na passagem de março para abril na série livre de efeitos sazonas (como o número de dias do mês).

A expectativa da agência internacional Bloomberg era de que houvesse alta de 0,7% no mês, e a da agência Reuters era de uma alta de 0,6%.

Com isso, o mês de abril teve queda de 3,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou o IBGE nesta terça-feira (16), queda também mais intensa do que a de 1,8% prevista por economistas consultados pela agência internacional Bloomberg.

Trata-se do pior resultado para meses de abril desde 2003 (-3,7%), quando a economia foi afetada pelas incertezas sobre como seria o primeiro governo Lula.

As vendas seguem pressionadas pelo menor ritmo da economia, mercado de trabalho desaquecido, crédito restrito e inflação em alta.

No ano, o setor acumula queda de 1,5%. Em 12 meses encerrados em abril, as vendas acumulam pequena alta de 0,2%.

 

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir