Sem categoria

Vendas nas feiras caem 50% em decorrência da cheia

Vendedores afirmam que os preços elevaram com a cheia que atingiu parte das plantações – foto: divulgação

Vendedores afirmam que os preços elevaram com a cheia que atingiu parte das plantações – foto: divulgação

A cheia dos rios no Amazonas tem influenciado diretamente no aumento de produtos alimentícios, como frutas e verduras. Comerciantes da feira da Manaus Moderna, no bairro de Educandos, Zona Sul, afirmam que os preços elevaram com o fenômeno natural que atingiu parte das plantações e esta situação tem assustado os consumidores.

Alguns informaram que as vendas registraram uma queda de aproximadamente 50% neste período.

O comerciante Elivaldo Silva, proprietário de um varejo na Manaus Moderna, afirmou que mesmo produtos não regionais, como a cebola, por exemplo, tiveram reajuste devido as dificuldades de transporte e distribuição dos alimentos.

Segundo Silva, o quilo da cebola saltou de R$ 4 para R$ 7. “Não trabalho com produtos regionais, que foram os que mais tiveram aumento. Mas, mesmo assim, sentimos que o preço aumentou bastante para a cebola, cenoura e mamão, que antes custava em média R$ 2 e chegou a R$ 5. Agora o tomate teve uma queda de R$ 1, porém ainda pode aumentar”, informou o comerciante.

Em contrapartida, os feirantes anunciaram que a situação não deve perdurar muito tempo e que, no próximo mês, os valores de alguns alimentos devem baixar.

De acordo com o proprietário de uma banca de frutas, Francisco Oliveira da Silva, as vendas caíram pela metade, pois antes ele precisava abastecer o ponto cerca três vezes durante a semana e atualmente os produtos ficam encalhados.

“Tivemos que fazer o reajuste no preço do abacaxi, que antes custava R$ 2 cada. Agora, estamos vendendo três unidades por R$ 10. Fica tudo parado e a gente mal abastece duas vezes na semana. Em agosto vai baixar mais o preço e a situação vai melhorar um pouco”, disse Francisco.

Por Cecília Siqueira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir