Esportes

Vasco vence Botafogo e sai da fila do Estadual do Rio após 12 anos

Entre os quatro clubes grandes do Rio, o Vasco enfrentava a sina de ser o que estava há mais tempo sem ser campeão carioca. Desde 2003 a equipe não comemorava o título estadual, um período de 12 anos que teve fim neste domingo (3), ao vencer o Botafogo por 2 a 1, no Maracanã, na segunda partida da decisão. Foi o 23º Campeonato Carioca da história do Vasco.

Os gols cruzmaltinos foram marcados no final de cada etapa: aos 46min do primeiro tempo com Rafael Silva, e aos 47min do segundo com Gilberto. Diego Jardel chegou a empatar para o Botafogo depois do intervalo.

A conquista deste domingo (3) também ficou marcada por ser o maior público do ano no futebol brasileiro. O Maracanã teve um público total de 66.156 torcedores, com 58.446 pagantes, superando a final da Copa do Nordeste na semana passada, no Castelão, entre Ceará e Bahia.

O jogo
As duas equipes apresentaram mudanças em relação às formações que começaram o jogo da semana passada. René Simões alterou o meio de campo do Botafogo, com Tomas e Luis Ricardo assumindo os lugares de Fernandes e Gegê. Pelo Vasco, o técnico Doriva sacou Marcinho e escalou Rafael Silva, autor do gol da vitória no último domingo.

Da mesma forma que começou aberta, a partida se mostrou muito disputada. Nos primeiros vinte minutos, foram distribuídos quatro cartões amarelos.

Houve chances para as duas equipes, mas o Vasco pressionou mais e foi premiado com o gol que abriu o placar o último lance do primeiro tempo, aos 46min.

Gilberto pressionou e roubou a bola de Marcelo Mattos. Guiñazu recebeu, lançou para a área e Rafael Silva finalizou de primeira com o pé esquerdo para marcar.

No intervalo, o Botafogo veio com uma alteração. Tomas deixou o campo e deu lugar a Diego Jardel, que empatou o jogo aos 29min. O meia recebeu o lançamento de Gilberto e tocou na saída de Martín Silva.

Quando o Botafogo pressionava em busca do gol que levaria a decisão aos pênaltis, ficou com um jogador a menos. Fernandes deu uma rasteira em Serginho no contra-ataque do Vasco e recebeu o segundo cartão amarelo.

O gol que sacramentou o título vascaíno veio aos 47min. Lucas cruzou para a área, Gilberto dominou e chutou cruzado no canto direito do goleiro Renan para dar início à festa cruzmaltina.

Por Folhpress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir