Esportes

Vasco vence Botafogo e sai da fila do Estadual do Rio após 12 anos

Entre os quatro clubes grandes do Rio, o Vasco enfrentava a sina de ser o que estava há mais tempo sem ser campeão carioca. Desde 2003 a equipe não comemorava o título estadual, um período de 12 anos que teve fim neste domingo (3), ao vencer o Botafogo por 2 a 1, no Maracanã, na segunda partida da decisão. Foi o 23º Campeonato Carioca da história do Vasco.

Os gols cruzmaltinos foram marcados no final de cada etapa: aos 46min do primeiro tempo com Rafael Silva, e aos 47min do segundo com Gilberto. Diego Jardel chegou a empatar para o Botafogo depois do intervalo.

A conquista deste domingo (3) também ficou marcada por ser o maior público do ano no futebol brasileiro. O Maracanã teve um público total de 66.156 torcedores, com 58.446 pagantes, superando a final da Copa do Nordeste na semana passada, no Castelão, entre Ceará e Bahia.

O jogo
As duas equipes apresentaram mudanças em relação às formações que começaram o jogo da semana passada. René Simões alterou o meio de campo do Botafogo, com Tomas e Luis Ricardo assumindo os lugares de Fernandes e Gegê. Pelo Vasco, o técnico Doriva sacou Marcinho e escalou Rafael Silva, autor do gol da vitória no último domingo.

Da mesma forma que começou aberta, a partida se mostrou muito disputada. Nos primeiros vinte minutos, foram distribuídos quatro cartões amarelos.

Houve chances para as duas equipes, mas o Vasco pressionou mais e foi premiado com o gol que abriu o placar o último lance do primeiro tempo, aos 46min.

Gilberto pressionou e roubou a bola de Marcelo Mattos. Guiñazu recebeu, lançou para a área e Rafael Silva finalizou de primeira com o pé esquerdo para marcar.

No intervalo, o Botafogo veio com uma alteração. Tomas deixou o campo e deu lugar a Diego Jardel, que empatou o jogo aos 29min. O meia recebeu o lançamento de Gilberto e tocou na saída de Martín Silva.

Quando o Botafogo pressionava em busca do gol que levaria a decisão aos pênaltis, ficou com um jogador a menos. Fernandes deu uma rasteira em Serginho no contra-ataque do Vasco e recebeu o segundo cartão amarelo.

O gol que sacramentou o título vascaíno veio aos 47min. Lucas cruzou para a área, Gilberto dominou e chutou cruzado no canto direito do goleiro Renan para dar início à festa cruzmaltina.

Por Folhpress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir