Esportes

Vasco bate Sport no Maracanã, segue reação e deixa lanterna após 9 rodadas

A reação continua. Em busca de um ‘milagre’ para escapar do rebaixamento ao final da temporada, o Vasco segue dando sinais de que tem condições de alcança-lo. Em jogo disputado na tarde deste domingo (20), no Maracanã, o time cruzmaltino venceu o Sport por 2 a 1 -gols de Nenê e Rafael Vaz – e assim deixou a lanterna do Brasileiro depois de nove rodadas.

Mas foi sofrido. O alívio só veio mesmo com o apito final. Antes disso, o excesso de passes errados impediu que o Vasco ‘matasse’ o jogo e tranquilizasse a torcida. Desta forma, o Sport buscou o gol de empate até os últimos segundos, mas faltou precisão nas finalizações.

Com o resultado, o Vasco chega aos 23 pontos (dez deles conquistados nas últimas quatro rodadas) e ultrapassa o Joinville no número de vitórias.

Já o Sport, que perdeu o técnico Eduardo Baptista para o Fluminense no meio da semana, segue sem vencer como visitante neste Brasileiro e estaciona nos 37 pontos, ficando a sete tanto do G-4 como da degola.

O jogo

O Vasco não precisou nem de dois minutos para incendiar a torcida no já quente Maracanã. Em jogada pela direita, Madson cruzou para a área e Durval afastou mal. No rebote, Nenê cortou para a direita e bateu de canhota, colocado. No meio do caminho, Ferrugem tentou fazer o corte, mas acabou não conseguindo e mandando a bola para as redes. 1 a 0.

E tudo parecia a favor do time carioca. Apesar da pressão que vive, o Vasco mostrava-se tranquilo na partida e até criava algumas chances, como a de Rafael Silva, que deu um toque por cima de Danilo e quase marcou, aos 11 min, e a de Nenê, que arriscou de fora da área aos 18 min em rebote de escanteio e assustou.

Porém, um cochilo da defesa cruzmaltina voltou a deixar o placar em igualdade, aos 39 min. Marlone deu um lindo lançamento nas costas dos zagueiros e encontrou Élber, que matou no ombro e, com categoria, girou e finalizou de primeira. 1 a 1.

O gol desestabilizou o Vasco e, principalmente, o técnico Jorginho, que chegou a atirar longe um copo d’água depois de mais um erro bobo de sua equipe.

Na etapa final, foi a vez de a defesa do Sport cochilar. Logo aos 3 min, após escanteio cobrado por Andrezinho da direita, Rafael Vaz apareceu entre os zagueiros e, com liberdade, cabeceou com estilo no canto esquerdo de Danilo. 2 a 1 e festa de novo no Maracanã.

Mas o sofrimento seguiu. Errando muitos passes, especialmente na hora de aproveitar os contra-ataques, o Vasco pouco incomodava o Sport, que por sua vez partia para cima em busca do empate e assustava quase sempre em bolas aéreas.

Aos 30min, Nenê teve a chance de matar o jogo após rebote da trave, mas sem goleiro conseguiu isolar. Sorte do Vasco que conseguiu segurar o ataque do Sport e o gol acabou não fazendo falta.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir