Dia a dia

Vai viajar? Cuidados com a segurança garantem férias tranquilas

O delegado Adriano Félix orienta os moradores que deixarão as casas sozinhas – Divulgação

O mês de julho é conhecido como momento de recesso das escolas e faculdades. Dessa maneira, muitas famílias escolhem viajar e aproveitar as férias do meio do ano para descansar e renovar as energias para o segundo semestre. Porém, é importante lembrar dos cuidados que se deve ter com a casa enquanto os moradores estiverem fora.

Entre 2014 e 2016, o número de ocorrências de roubos aumentou e as de furto diminuíram consideravelmente, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP–AM). Nos meses de junho e julho de 2014, foram registradas 5.894 ocorrências de furto e 5.456 de roubo. No ano seguinte, foram 4.944 de furto e 6.662 de roubo, já em 2016 a SSP computou 4.303 de furto e 7.044 roubos em toda a capital.

Leia mais: Grávida é presa por envolvimento em roubo à residência no Nova Cidade; ela era ‘amiga’ das vítimas

O titular da Delegacia Especializa em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), Adriano Félix, explica que há um crescimento nas ocorrências de roubos e furtos em residências. “Há dois períodos do ano em que o número de ocorrências aumenta. São nos meses de junho e julho e dezembro e janeiro, justamente nas férias escolares e de fim de ano”, disse.

A autoridade policial dá dicas de segurança para evitar prejuízo na volta das viagens e passeios. “Primeiramente, é sempre importante manter um bom contato e relacionamento com os vizinhos, avisá-los que vai viajar, pois qualquer movimentação estranha ele pode entrar em contato com a polícia”, explica.

Outra dica sugerida pelo delegado é pedir para um parente ligar a luz da casa à noite, mas faz ressalvas. “Pedir para um amigo ou familiar de confiança ir até a residência ao menos uma vez ao dia para ligar as luzes da casa, assim, quem estiver tentando entrar no local, vai perceber que tem alguém em casa. O que não pode é deixar a casa sempre com as luzes acesas, pois aí vão saber que não há ninguém em casa”, orienta Adriano Felix.

Mais investimentos

A instalação de sistema de monitoramento e segurança também ajuda na prevenção de crimes. “Para quem puder investir, é importante instalar câmeras de segurança e cerca elétrica, pois inibe as ações de criminosos”, informou o policial.

O titular da DERFD ainda alerta que, mesmo morando em condomínio fechado, os moradores não podem descuidar da segurança. “Avisar sempre na portaria e restringir as pessoas que têm acesso ao imóvel”, disse.

Casos solucionados

No dia 27 de abril deste ano, a Polícia Civil prendeu Valdenice de Aquino da Silva, 34, pela suspeita de entrar em ao menos cinco condomínios de luxo e 20 apartamentos. Ela teria invadido imóveis com auxílio de uma chave micha, mais conhecida como chave-mestra, ferramenta usada para abrir fechaduras, além das chaves deixadas debaixo dos tapetes.

Dentre os objetos roubados, estão joias, bolsas de grifes e dinheiro. De acordo com a Polícia Civil, o crime gerou um prejuízo de mais de R$ 500 mil.

Bárbara Costa

EM TEMPO

Leia mais:

Após ter a casa assaltada, homem é morto na Zona Sul

Bando é preso na Compensa após assalto a residência no Nova Cidade

Bandidos matam dois e ferem um durante assalto a residência na Zona Norte de Manaus

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir