Economia

Uso de eletrônicos será liberado durante o voo

Aparelhos como celulares e tablets poderão ser usados no deslocamento por terra, na decolagem e no pouso do avião

Aparelhos eletrônicos poderão ser usados no deslocamento por terra, na decolagem e no pouso do avião

Pela primeira vez uma empresa aérea brasileira poderá ampliar o uso de equipamentos eletrônicos durante todo o voo. A Gol Linhas Aéreas Inteligentes recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para liberar a utilização de instrumentos, como celulares e tablets, por exemplo, durante o voo desde que, em modo avião, e respeitando as orientações de segurança exigidas pelos órgãos de controle do país.

A nova facilidade estará disponível a partir de hoje em todos os voos da Gol. De acordo com a empresa, o objetivo é oferecer mais conforto e conveniência para os passageiros, que não precisarão desligar seus aparelhos em nenhum momento da viagem.

“Mantendo operações igualmente seguras, o novo modelo proporciona maior autonomia para nosso cliente. A experiência do voo fica mais descomplicada e agradável, evitando a necessidade de desligar os aparelhos e possibilitando que o passageiro não interrompa integralmente suas atividades,” explicou o diretor executivo de Operações da Gol, Sergio Quito.

Quando utilizados no modo avião os telefones celulares, laptops e tablets, ficam livres de interferências e, por isso, podem ser utilizados durante praticamente todo o voo. O uso de transferência de dados e ligações serão permitidos logo após o pouso, enquanto a aeronave se destina ao ponto de parada para o desembarque.

No momento das instruções de segurança, pouso, decolagem ou turbulência, os equipamentos deverão ser guardados nos bolsões à frente da poltrona ou junto ao corpo. Dispositivos maiores que um tablet, por exemplo, devem ser armazenados nos compartimentos superiores. “Buscar oportunidades para melhor servir nosso cliente faz parte do DNA da Gol. Desde 2013, estamos estudando essa alternativa, com base em regulamentos internacionais, e já estamos prontos para iniciar a alteração dos nossos procedimentos”, conclui Quito.

Proibição

Antes, não se podia usar os aparelhos nos momentos de deslocamento por terra, nos de decolagem, aproximação e pouso. A autorização agora vale tanto para os momentos em que o avião estiver estacionado, quanto nos momentos de deslocamento por terra até a pista, decolagem, subida, cruzeiro, descida, aproximação, pouso e deslocamento até a área de desembarque.

Conforme a empresa, os aparelhos deverão estar no modo avião desde o deslocamento da aeronave na direção da pista de decolagem até o pouso. Nesse modo, os telefones celulares, laptops e tablets ficam livres de interferências. Por esse motivo, eles poderão ser utilizados durante todo o voo.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir