País

Universitária suspeita de atropelar gari em SP se apresenta à polícia

Uma estudante universitária de 24 anos, apontada pela polícia como suspeita de atropelar e matar um gari na semana passada, na região central de São Paulo, se apresentou à polícia na manhã desta segunda-feira (22). A jovem foi indiciada sob suspeita de homicídio culposo (sem intenção) e liberada em seguida.

A estudante de arquitetura Hivena Queiroz Del Pintor Vieira chegou ao 3º DP (Santa Efigênia) acompanhada de um advogado e contou à polícia que saiu de uma festa na região de Higienópolis (centro), na noite do acidente (16), e foi abordada por três homens numa tentativa de assalto. Na fuga, ela diz que teria atingindo algo que pode ter sido o gari Alceu Ferraz, 61.

Ela disse que os homens pararam ao lado da janela do carro, quando ela acelerou o veículo. Policiais que investigam o caso disseram que esse trecho do depoimento revela uma incompatibilidade de informações, já que o carro da jovem, localizado no último sábado (20) após uma denúncia anônima, tem um amassado na parte dianteira.

O veículo seria o mesmo flagrado em imagens de câmeras de segurança analisadas pela polícia.

O acidente aconteceu por volta da 0h30 da última terça, na avenida São João. Ferraz chegou a ser socorrido e encaminhado para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Com o impacto da batida, o carrinho da vítima acabou atingindo outro gari que teve ferimentos leves.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir