Mundo

Unasul pede que Venezuela marque data para as eleições legislativas

A União de Nações Sul-americanas (Unasul) espera que o governo da Venezuela marque a data das eleições legislativas o mais breve possível, afirmou nesta terça-feira (12) o secretário-geral do orgão, Ernesto Samper.


“Precisamos que seja marcada a data exata, pois, por enquanto, só informaram que será no último trimestre. Para termos tempo de enviar uma missão para acompanhar o processo eleitoral, precisamos da data exata”, explicou Samper.

Em visita de três dias ao Brasil, Ernesto Samper esteve à tarde no Instituto Sul-Americano de Governo em Saúde (Isags), no centro do Rio de Janeiro, de modo a firmar parcerias e traçar estratégias na área da saúde na região.

Samper também reafirmou que a Unsaul insiste na intervenção da Cruz Vermelha Internacional para analisar a situação dos oposicionistas presos na Venezuela. “Também estamos trabalhando o tema da redistribuição, pois o problema de abastecimento de 27 produtos de necessidades básicas é o mais grave no país”, acrescentou.

Na segunda (11), em Brasília, o secretário se reuniu com ministros e representantes de organismos brasileiros para tratar de assuntos nas áreas de educação, saúde e integração produtiva. Samper adiantou que foram discutidas formas para tirar do papel sete projetos regionais prioritários, como o Ferrovia Interoceânica, entre Paranaguá, no Paraná, e Antofagasta, na Argentina.

“Concordamos com as autoridades econômicas brasileiras que não faz sentido uma região não estudar estratégias de financiamento e de integração física”, destacou Samper.

“Esses projetos precisam de US$ 30 bilhões de financiamento, mas a região não tem esses recursos. A perspectiva é conseguir o dinheiro por meio de bancos dos Brics [Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul] e da China. Enfim, estamos estudando as possibilidades. Para isso, precisamos de uma boa macroeconomia. Essa é outra estratégia financeira que também estivemos estudando”, disse o secretário.

Ernesto Samper também cogitou o Banco del Sur como potencial financiador dos projetos. Criada em 2008, a Unasul é um organismo formado pelos 12 países da América do Sul. O objetivo é construir, de maneira participativa e consensual, um espaço de articulação no âmbito cultural, social, econômico e político.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir