Esportes

UFC: Dileno se prepara para ganhar título inédito para o Amazonas

O lutador Dileno Lopes se prepara para a final do TUF na categoria peso galo - foto: Asafe Augusto

O lutador Dileno Lopes se prepara para a final do TUF na categoria peso galo – foto: Asafe Augusto

Com desejo de conquistar um título inédito para o Amazonas, na expectativa de uma grande luta e passagem para o UFC garantida, o lutador Dileno Lopes se prepara para a final do The Ultimate Fight Brasil (TUF) na categoria peso galo.

O lutador manauara de 60kg, que tem o cartel de dezenove vitórias e apenas uma derrota, afirma que está confiante para a vitória, mas reconhece a capacidade de Reginaldo Vieira, seu oponente.

“Pretendo fazer uma grande final e levar o nome de Manaus ao topo. Estou muito focado e confiante. Se Deus quiser vou ser o primeiro amazonense a ser campeão desse evento”, afirmou.

O lutador já é faixa preta em jiu-jitsu e por isso tenta aprimorar a luta em pé. Ele ainda disse que mudou a rotina de treino e promete ser um novo lutador.

“Minha trajetória de treinos é muito maior agora. Estou diferente do que eu era quando comecei. Busco me aprimorar na luta em pé, pois o Reginaldo é muito bom na ‘trocação’. O público vai ver um novo Dileno. Um bem diferente que o UFC e  Manaus vão querer ver”, contou.

Dileno faz a maior parte de sua preparação em Manaus na academia Brazillian Jiu Jitsu (MPBJJ) do mestre Márcio Pontes, no bairro Alvorada2, que é celeiro de grandes lutadores. De acordo o mestre Márcio Pontes, Dileno é o favorito para o combate.

“Acredito muito que ele é o favorito. Os melhores especialistas do Brasil acreditam que o Dileno pode sair campeão, mas respeitamos o Reginaldo, adversário duro  e  que treina muito. Confio no potencial do Dileno que é muito mais experiente. V amos trabalhar muito para que ele saia vencedor e que esse título inédito possa vir por um amazonense genuíno”, afirmou.

Por ser finalista do TUF, Dileno já tem contrato firmado com o UFC, correspondente a seis lutas. A final do TUF será no UFC 190, no dia 1° de agosto deste ano.

A melhor luta

Dileno disse que sua primeira luta no UFC marcou sua carreira. “Minha melhor luta foi a primeira, que foi a mais marcante, emocionante. Eu estava naquele momento buscando algo novo. Estava com muita garra, por isso a luta da entrada foi a marcante”, lembrou.

Luta mais difícil

Além de falar da sua melhor luta, o atleta apontou a luta mais difícil de sua carreira. “A luta mais complicada e difícil da minha vida foi fazer a semifinal com meu amigo de equipe e academia, Mateus Nicolau. Foi uma experiência nova e difícil”.

Primeira tentativa

Dileno Lopes lembra que havia tentado entrar na primeira edição do TUF Brasil, mas uma derrota o tirou da disputa. “Eu perdi para o campeão Rony Jason e não pude entrar na época. Mas segui em frente e não me abalei em nada, continuei treinando e acreditando que iria voltar”, lembrou Dileno que voltou ao TUF e agora representa o Amazonas na final da competição.

Dificuldade

Dileno Lopes e o mestre Márcio Pontes apontam que há dificuldades na trajetória do lutador até a chegada no UFC. O treinador observa a falta incentivos e recursos para o  atleta.

“Hoje, para manter o treinamento de um campeão, há um custo muito alto, como em alimentação, suplementos, profissionais para ajudar no treinamento, manter a estrutura da academia, além de outros gastos”, observou.

Aos que quiserem investir no lutador e fazer uma parceria, o mestre Márcio atende nos números (92) 99121-4927 e (92) 98122-5465. O treinador disse ainda que aceita patrocínio de quem quiser ajudar, e garante que o investidor não terá arrependimentos.

“Tem muitas empresas que investem pesado em publicidade, e tenho certeza que um lutador do porte do Dileno é um ótimo outdoor para qualquer empresa”, completou.

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir