Cultura

Turnê do baterista alemão Tony Royster Jr. chega a Manaus

O músico está fazendo uma turnê por dez capitais brasileiras - foto: divulgação

O músico está fazendo uma turnê por dez capitais brasileiras – foto: divulgação

O baterista alemão Tony Royster Jr. apresentará um workshp do instrumento em Manaus neste próximo sábado (28), as 18h na instituição religiosa IEPB – Missionários em Chamas. Estão previstas duas horas de evento, com show de abertura do baterista Airton Silva (o “Gaúcho”), da Orquestra de Beiradão do Amazonas. O músico está fazendo uma turnê por dez capitais brasileiras.

Para o músico Neto Antunes, o evento é a realização de um sonho. “É difícil conseguir fechar um contrato com um artista como ele. É preciso haver esforço de ambas as partes, pois é um evento caro, mas o Tony demonstrou muita boa vontade em vir para cá”, comenta o organizador, que define o evento como um “workshow”. “Para músicos da minha geração trata-se da realização de um sonho”.

O baterista Neto Antunes adianta que Royster Jr. vai falar sobre a sua vida – o pai começou a incentivá-lo a tocar bateria aos 3 anos de idade –, tocar músicas próprias, abordar técnicas que envolvem esse instrumento, entre outros assuntos. O organizador lembra que Tony Royster Jr. está em turnê pelo Brasil numa temporada com o seu workshop que inclui 10 capitais, entre elas Manaus. “Essa turnê teve início no último dia 18”, comenta Antunes.

Já o músico Airton Silva, adianta que, durante a abertura do evento deste sábado, tocará o baião “Guisado de capivara”, uma composição do músico La Bamba, e “Massemba, semba e samba”, obra do violonista Ziza Padilha, de Belém. “Também apresentarei o solo ‘Beiradão amazônico’. Faço questão de mostrar ao Tony composições brasileiras. Vou aproveitar para falar de ritmos do país e do trabalho com a Orquestra de Beiradão do Amazonas”, completa.

Airton Silva atua como educador há 20 anos e, há 10, dá aulas de bateria no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro. Também integra a Amazonas Jazz Band e a Orquestra de Beiradão do Amazonas, além de compor a banda-base de eventos como o Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), há mais de 15 anos, e de todas as edições do Festival Amazonas de Música.

Estão disponíveis dois tipos de ingressos para ter acesso ao workshop de Tony Royster Jr., o comum e o VIP. Este dá o direito aos participantes das primeiras cadeiras de serem recebidos pelo norte-americano em seu camarim após o evento.

Referência

Para Airton Silva, Tony Royster Jr. pode ser considerado um baterista virtuoso. “Ele demonstrou desde cedo facilidade de tocar esse instrumento e, mesmo sem querer, tornou-se uma referência no mundo inteiro”, observa. “Hoje em dia, o Tony é patrocinado pelas melhores marcas de instrumentos”, destaca Neto Antunes.

Royster Jr. nasceu há 31 anos na Alemanha, mas cresceu nos Estados Unidos. A bateria entrou em sua vida quando tinha apenas 3 anos, por incentivo do pai, o guitarrista Anthony Royster. Na internet é possível conferir o talento precoce do artista por meio de vídeos produzidos quando ele tinha 12 anos.

Alguns dos artistas com quem ele já trabalhou são o quarteto feminino de rhythm and blues En Vogue, a boy band Imajin, também de R&B, o rapper Jay-Z, a cantora de soul Joss Stone e o cantor pop Joe Jonas (ex-Jonas Brothers). Atuou ainda com o multi-instrumentista Paul Shaffer (do “Late show”), na Nickelodeon House Band, e, aos 15 anos, apresentou-se no 42º Grammy Awards. Entre os prêmios que Tony Royster Jr. conquistou está o “Louis Armstrong Jazz Award”, em reconhecimento a sua musicalidade e criatividade.

Por Luiz Otávio Martins

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir