Cultura

Turnê ‘Clássico’ chega a Manaus no mês de agosto

O espetáculo é a nova investida da produtora Fábrica de Eventos, para o dia 20 de agosto – foto: divulgação

O espetáculo é a nova investida da produtora Fábrica de Eventos, para o dia 20 de agosto – foto: divulgação

Nos dias 1, 2 e 3 deste mês, as duplas sertanejas Bruno & Marrone e Chitãozinho & Xororó se reuniram no Espaço das Américas, em São Paulo, para apresentar o show ‘Clássico’. O espetáculo será lançado em DVD, em breve, e o mesmo repertório vai ser apresentado durante a turnê nacional que inclui Manaus no roteiro.

A capital do Amazonas receberá o show “Clássico” no dia 20 de agosto, no Studio 5. A realização é da Fábrica de Eventos e as vendas de ingressos iniciam em breve.

Essa parceria entre as duplas não é novidade. Tal reunião teve início há três anos, na Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, interior de São Paulo. O público aprovou e os artistas voltaram a tocar juntos em outras ocasiões. No show “Clássico”, as duplas ora se revezam, ora se encontram para interpretar os maiores sucessos de suas carreiras e também composições inéditas.

Para viabilizar o projeto “Clássico” na estrada, os cantores vão precisar dar uma pausa nos seus atuais shows, Chitãozinho & Xororó com a turnê “Pura emoção” e Bruno & Marrone com o show “Agora”.

E o setlist que os fãs manauenses poderão conferir em agosto traz sucessos como “Choram as rosas”, “Vidro fumê” e “Vida vazia”, de Bruno & Marrone, e “Página de amigos”, “Evidências” e “Fio de cabelo”, de Chitãozinho & Xororó. Enquanto o DVD não chega, as duplas postam pequenos aperitivos do que o registro em vídeo reserva ao seu público em suas respectivas páginas no Instagram.

O “clássico” presente no título do show, que pode ser encarado como uma referência à seleção musical do projeto, se estende ainda a aspectos do cenário, assinado pelo diretor de arte Zé Carratu – que tem no currículo a cenografia do humorístico “#PartiuShopping” e do show “Criança esperança”. Há elementos de arquitetura clássica e até a banda, normalmente situada atrás dos artistas, foi levada para a frente do palco, como acontece com músicos de orquestras sinfônicas, por exemplo. Tudo muito clássico.

Irmãos Lima

A dupla Chitãozinho & Xororó tem mais de 40 anos de carreira. Naturais de Astorga, no Paraná, os irmãos José Lima Sobrinho e Durval de Lima passaram até por palcos circenses antes de se tornarem ídolos da música sertaneja e referência para artistas mais jovens. Admiradores de duplas como Tonico & Tinoco, os irmãos têm como marcos na trajetória o fato de terem sido os primeiros sertanejos a tocar em rádios FM no país e a incluir banjos e guitarras elétricas nesse estilo musical.

Antes do radialista Geraldo Meirelles batizá-los de Chitãozinho & Xororó, a dupla era conhecida como Irmãos Lima. O primeiro álbum, “Galopeira”, foi lançado em 1970 e o primeiro Disco de Ouro foi conquistado oito anos mais tarde, com “60 dias apaixonados”. O Brasil inteiro conheceu a dupla em 1982, com o lançamento da música “Fio de cabelo”, incluída no disco “Somos apaixonados”. Seguiu-se uma grande lista de sucessos como “No rancho fundo”, “Evidências”, “Nuvem de lágrima”, “A majestade o sabiá”, entre outros.

Hoje, a dupla possui a marca de 37 milhões de discos vendidos, 37 álbuns inéditos, oito DVDs, três prêmios Grammy e centenas de discos de ouro, platina e diamante.

Bares

Os goianos Vinicius Félix de Miranda, o Bruno, e José Roberto Ferreira, o Marrone, começaram cantar juntos em 1985. Bruno era balconista de farmácia quando formou a dupla Vinicius & Ricardo, seu primo, mas a parceria não deu certo. Marrone, por sua vez, desde criança tocava acordeon em bailes na fazenda onde vivia e, ao lado do irmão Valdir, chegou a formar dupla Régis e Ronaldo. Ele também tocou na banda que acompanhava as duplas Janaína & Jaciara, Matão & Monteiro e Cleiton & Cristiane, até que o cantor Leonardo, o apresentou a Bruno.

Os primeiros palcos da dupla Bruno & Marrone foram em bares e exposições pecuárias. O primeiro registro fonográfico só veio em 1994, e incluiu a composição “Dormi na praça”. Foi essa canção que embalou o sucesso nacional de Bruno & Marrone, que só veio em 2001.

A dupla possui 21 álbuns gravados, sete DVDs e mais de 16 milhões de cópias vendidas, além de prêmios como o Grammy Latino e uma coleção de discos de ouro, platina, platina duplo e de diamante.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir