Dia a dia

Turistas foram seduzidos por pratos típicos da Amazônia

A culinária regional, especialmente os peixes, vem caindo nas graças dos gringos – foto: Ione Moreno

A culinária regional, especialmente os peixes, vem caindo nas graças dos gringos – foto: Ione Moreno

Não é só o futebol e a hospitalidade do povo amazonense que vêm encantando os turistas estrangeiros que estão em Manaus para acompanhar os jogos da Copa do Mundo. A culinária regional, especialmente os peixes, vem caindo nas graças dos gringos, que não têm economizado elogios à nossa gastronomia.

Os americanos Robert Band e David Aurelius, que estiveram em Manaus para acompanhar o jogo entre Portugal e Estados Unidos, declararam que ficaram fascinados com o sabor do tambaqui. Os turistas experimentaram o prato em um restaurante localizado no centro de Manaus e voltaram outras duas vezes para repetir o cardápio.

“Em Salvador, chegamos a experimentar um peixe frito, mas esse aqui de Manaus é muito melhor, e também achamos muito saborosos os acompanhamentos”, explicou Band, referindo-se ao baião de dois, vinagrete e farinha do Uarini.

Natural da Carolina do Norte, os americanos também experimentaram a sardinha assada na folha da bananeira, o espetinho de arraia na brasa e o tambaqui ao escabeche acompanhado de um regional pirão. “Quando decidimos vir ao Brasil acompanhar os jogos, optamos em vivenciar de fato a cultura de cada cidade e provar os pratos da região. Por meio de pesquisa na internet, descobrimos que o peixe é o principal cardápio da cidade. Decidimos encarar sem arrependimentos”, explicou Aurelius.

Tambaqui
O japonês Tokiro Saito, que veio a Manaus a trabalho durante o jogo Croácia e Camarões, conseguiu uma folga na agenda para apreciar a culinária regional e optou por experimentar um tambaqui assado na brasa. Não foi preciso dar muitas garfadas para perceber o encantamento do estrangeiro pelo cardápio.

Um grupo de portugueses que também escolheu Manaus para assistir à uma partida do seu time declarou que nos quatro dias que estiveram na cidade optaram por pratos sempre regionais, apesar de terem encontrado uma grande oferta do cardápio semelhante ao de seu país.

“Ali na praça do largo havia um bar que vendia bolinho de bacalhau e também um outro restaurante que ofereciam comidas bem parecidas com as nossas, mas escolhemos cardápios diferentes. Comemos muito peixe e também experimentamos o suco de cupuaçu”, disse a portuguesa Daniele Fonteza.

Outra iguaria bastante pedida pelos turistas é o tacacá. No quiosque do Tacacá da Gisela, instalado na área central do largo São Sebastião, reduto preferido dos turistas, o alimento tem saído com frequência, segundo um dos funcionários.

No bar do Armando, o famoso sanduíche de pernil também tem muita saída. Segundo um dos gerentes do local, Roberto Carvalho, o prato tem tido boa saída até mesmo no horário do almoço, e os estrangeiros têm aprovado o sabor. “Tem gringo que chega aqui, pede o sanduíche e já fica o dia inteiro!”, comenta.

Por Isabella Siqueira ( Jornal EM TEMPO)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top
error: Content is protected !!