Sem categoria

Turistas amazonenses aproveitam ‘trégua’ de manifestantes no Peru e voltam para casa

O grupo de amigos ficou em Cusco desde o dia 26 de novembro - foto: arquivo pessoal

O grupo de amigos ficou em Cusco desde o dia 26 de novembro – foto: arquivo pessoal

Após nove dias ‘presos’ em Cusco, no Peru, devido à onda de manifestações que resultou no bloqueio à rodovia interoceânica que liga o país ao Brasil, cinco turistas amazonenses conseguiram voltar a Manaus neste sábado (5). Eles aproveitaram a suspensão de 24 horas das manifestações promovidas por mineradores e botaram o pé na estrada, no rumo de casa.

Após muitos transtornos, em meio ao frio e tempestades, por volta das 13h de hoje, os médicos Cesar Garcia Amaral, 65, Ricardo César Garcia Amaral Filho, 37, e George Nobre Vieira, 31, além do tatuador Odilon Planca, 52, e do empresário Cláudio Sérgio Ramos Batista, 46, finalmente conseguiram embarcar no aeroporto de Porto Velho (RO) e retornar para Manaus.

Ricardo César informou que, ainda na quinta-feira (3), surgiu a informação de uma trégua por parte dos manifestantes. Eles então se organizaram rapidamente e às 14h21 já estavam na estrada seguindo em direção à capital rondoniense.

“Saímos correndo, pilotando nos Andes, em meio a chuvas e em temperatura abaixo de zero, mas, em menos de 30 horas conseguimos chegar a Porto Velho. Finalmente compramos a passagem de avião para Manaus”, disse Ricardo César, por telefone, ao primo e amigo jornalista Agnaldo Oliveira Júnior, que repassou a informação à repórter do EM TEMPO Online.

O grupo, que faz parte de um moto clube em Manaus, viajou de motocicleta no dia 22 para conhecer Machu Picchu. Ao chegar no Peru, porém, os aventureiros foram surpreendidos por uma onda de manifestações no país. O ato pede a revogação de leis voltadas ao setor de mineração e envolve diferentes categorias. Os manifestantes bloquearam as principais vias na região.

Diante da interdição, o grupo de amigos ficou em Cusco desde o dia 26 de novembro, impedido de prosseguir conforme o programado.

“Agora sim estamos mais tranquilos com o retorno de todos. Era para ser uma simples viagem de aventura e acabou se tornando a maior aventura da vida deles. Graças a Deus todos estão bem”, disse Agnaldo Júnior ao EM TEMPO Online.

Por Conceição Melquíades

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir