Política em Foco

Tudo pelo Executivo municipal

charge2

A disputa pela Prefeitura de Manaus este ano acabou aproximando os caciques políticos dos seus escudeiros. Até o fim deste mês, a deputada estadual Alessandra Campelo deve migrar do PCdoB para o PMDB, comandado pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e o deputado federal Hissa Abrahão deve deixar o PPS para ir para o lado do ex-prefeito Amazonino Mendes, no PDT.

Apoio

Ambos buscam “apoios de peso” para as pré-candidaturas ao Executivo municipal. Alessandra, que já anunciou que é pré-candidata, tinha de disputar, primeiro internamente, o apoio do partido político com outros três comunistas. Entre eles a senadora Vanessa Grazziotin, que disputou a prefeitura em 2012. Hissa, que nega que seja pré-candidato, quer mais destaque e apoio ao lado de Amazonino Mendes. Até a última semana, o ex-prefeito alardeava que não ajudaria mais ninguém a se eleger, mas soltou que apenas a “juventude pode mudar Manaus”.

Antecipação

Verdade é que a disputa eleitoral já esquenta o cenário político local e as articulações mexem com a estrutura dos Legislativos estadual e municipal e com os Executivos. Na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), parlamentares já começam a arrumar os gabinetes para as peregrinações no interior do Estado. Quem não será candidato, irá apoiar pré-candidatos nos municípios. Na Câmara Municipal de Manaus (CMM), todos os vereadores são candidatos naturais à reeleição e, segundo o presidente da Casa, Wilker Barreto (PHS), devem conciliar os trabalhos eleitorais com os legislativos. É esperar para ver…

Capacitação

O processo eleitoral deste ano tem um ingrediente diferenciado: a capacitação aos profissionais envolvidos no processo, especialmente dos que atuarão nas equipes dos pré-candidatos à Prefeitura de Manaus. Ontem, uma universidade particular encerrou as inscrições para uma pós-graduação em Política e Estratégia. Entre os inscritos, é fácil notar membros das equipes dos já pretensos candidatos ao governo do Estado, em 2018.

Pedido questionado

Petistas no Amazonas questionaram, ontem, o pedido de prisão do Ministério Público do Estado de São Paulo ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, o Lula (PT). Não que Lula não deva esclarecimentos à Justiça, como já o fez, mas os petistas não concordam com a forma arbitraria como as ações estão sendo conduzidas.

Pressão popular

E eles pretende utilizar a população para pressionar o Ministério Público e o Judiciário. Segundo o Diretório do PT no Amazonas, está prevista uma manifestação pró-Lula no dia 18, em Manaus. Vale lembrar que o partido político já anunciou que terá pré-candidato à Prefeitura de Manaus e o ato pode ser entendido como campanha eleitoral antecipada.

Mobilização

Quem também está promovendo uma mobilização é o líder do Ministério Internacional da Restauração (MIR), apóstolo Rene Terra Nova. Ele tem utilizado as redes sociais para convocar os fiéis para a manifestação contra o governo federal realizada no próximo dia 13, em Manaus. O Ministério foi responsável pela eleição do vereador Marcel Alexandre (PMDB) que está no segundo mandato na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e apoiou o ministro Eduardo Braga nas duas últimas eleições. Ou seja, foi favorável ao governo federal. Vai entender…

Recursos produtivos para a ZFM

Para reverter a baixa nos investimentos no Polo Industrial de Manaus (PIM), que teve a média mensal de US$ 10,52 bilhões, em 2014, reduzida para US$ 7,85 bilhões no ano passado, a superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, se reunião, ontem, em São Paulo, com o presidente da Canon, Jun Otsuka, para tentar sensibilizar a empresa a aplicar mais recursos na Zona Franca de Manaus (ZFM). Tomara que a estratégia tenha dado certo.

Sugestões:
ccavalcante16@gmail.com
99229-2981/3090-1044

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir