Mundo

Trump e presidente da Câmara prometem trabalhar por partido

Donald Trump e o presidente da Câmara de Representantes, Paul Ryan, prometeram trabalhar juntos apesar de suas diferenças após se reunirem nesta quinta (12) com o objetivo de unificar o partido, dividido pela asc

Os dois emitiram uma declaração descrevendo o encontro como um “passo muito positivo em direção à unificação” e no qual foram reconhecidas “muitas áreas importantes de caminho comum”, assim como de discordâncias.

Ryan impressionou os republicanos ao negar seu apoio há uma semana, quando se tornou claro que Trump estava no rumo certo da candidatura.

A reunião há muito esperada ocorreu enquanto mais republicanos passaram a pedir ao partido para deixar para trás sua grande divisão.

A declaração dos dois sugeriu que ambos estão comprometidos a conter as divergências do partido enquanto tentam unir a legenda contra Hillary Clinton e dos democratas em novembro.

Durante uma coletiva, Ryan disse que eles estão “plantando as sementes” para alcançar isso.

Cerca de uma dezena de manifestantes que se opõem às posições de Trump sobre imigração protestaram em frente ao prédio que abrigou o encontro.

Eles gritaram “Fim à deportação, sim à libertação”. Eles carregaram um caixão de papelão que, dizem, representava o sofrimento dos imigrantes sob as políticas republicanas e a morte do partido sob Trump.

A cena era similar do lado de fora dos escritório republicano de campanha para o Senado, onde Trump se reuniu mais tarde com o líder da maioria do Senado, Mitch McConnell, e importantes republicanos dessa Casa.

“O partido republicano está morto para nossa comunidade”, disse Deyanira Aldana, 21, manifestante que é filha de imigrantes hispânicos. “E Donald Trump é o último prego nesse caixão.”

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir