Mundo

Trump diz que só anunciará candidato a vice na convenção republicana

Trump avalia cinco ou seis nomes para acompanhá-lo na disputa - foto: divulgação

Trump avalia cinco ou seis nomes para acompanhá-lo na disputa – foto: divulgação

O pré-candidato republicano à Presidência dos EUA Donald Trump disse nesta terça-feira (10) que só deve anunciar seu vice na convenção do partido, em julho, e que avalia cinco ou seis nomes para acompanhá-lo na disputa.

Em entrevista à agência de notícias Associated Press, o empresário afirmou preferir escolher alguém com experiência política, que possa ajudá-lo com a legislação e com a articulação com os demais poderes se chegar à Casa Branca.

“Tenho uma lista com aqueles que gostaria que estivessem comigo, que saiba como as coisas são em Washington. Não precisamos de outro homem de negócios”, afirmou, referindo-se a si próprio como um dos melhores desta categoria.

Para o candidato, o ideal seria um vice eleito anteriormente a outro cargo porque já teria passado pelo escrutínio dos eleitores, da imprensa e do governo. “A maioria deles [os candidatos] foi avaliado nos últimos 20 anos”.

Dentre seus principais aliados que estariam nesta situação, está o governador de Nova Jersey, Chris Christie. Ex-rival nas primárias do partido, o político foi escolhido pelo magnata como seu chefe de transição política.

Questionado pelos jornalistas, o magnata não descartou, porém, que o governador esteja fora de cogitação para ser seu companheiro de chapa. “Não, de maneira alguma”, disse.

A escolha do vice-presidente é vista como crucial para que o magnata consiga o apoio do partido a sua candidatura e a indicação de um integrante da cúpula política poderia ajudar neste trabalho.

Além de Chris Christie, os ex-governadores do Texas Rick Perry e do Arizona Jan Brewer aparecem entre os nomes especulados para a vaga. O grupo de seleção é conduzido pelo coordenador de campanha, Corey Lewandowski.

Outros adversários, como o senador pela Flórida Marco Rubio, querem distância de Trump. “Não penso, não pensarei e não quero ser considerado como candidato à vice-presidência”, disse o ex-candidato pelo Facebook.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir