País

Tropas da FAB e da Marinha chegam ao Rio para reforçar segurança na Olimpíada

O C-105 Amazonas fará a evacuação do local - foto: divulgação

O C-105 Amazonas será usado para transporte de eventuais vítimas de contaminação química – foto: divulgação

Mais de 200 militares da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Marinha do Brasil viajaram ao Rio de Janeiro na tarde de hoje (15) para reforçar as forças de segurança durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, acompanhou os militares na viagem.

O avião foi lotado de militares de batalhões de Manaus, Belém, Brasília e Porto Velho. Eles embarcaram devidamente equipados para atuar na capital fluminense, que será o centro das atenções do mundo nos próximos dois meses, em função da Olimpíada, realizada pela primeira vez em uma cidade sul-americana.

Natural do Ceará, o sargento Francisco de Souza Chagas, que serve atualmente na Base Aérea de Porto Velho, chega ao Rio de Janeiro com experiência em eventos internacionais na bagagem, ambos em Fortaleza. “Já participei do encontro do Brics [grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul] lá em Fortaleza, que foi um evento grande. A Copa do Mundo também. Olimpíada é um evento novo, mas tenho uma bagagem boa em eventos de grande porte.”

Chagas disse que todas as tropas deslocadas ao Rio de Janeiro passaram por um treinamento específico e não demonstrou preocupação com a possibilidade de atentados durante os Jogos Olímpicos. “Aqui no Brasil nunca teve essa situação. Caso ocorra, mas creio que não vá ocorrer, temos o pessoal preparado. Acredito que será um evento tranquilo. Estamos aqui para garantir a lei e a ordem, para que o evento tenha sucesso e para que os atletas, turistas e a população do Rio de Janeiro fiquem seguros.”

Transportadas por um Boeing 767 da FAB, as tropas chegaram à Base Aérea do Galeão, pouco antes das 15h, onde outros grupos de militares aguardavam, em forma, a chegada do ministro da Defesa, para saudá-lo. “Quero dizer que nosso adestramento nos traz ao dia de hoje, e aos próximos, absolutamente preparados e treinados para exercer as funções de defesa nos Jogos de 2016. A tarefa é assegurar que os Jogos Olímpicos transcorram na mais absoluta tranquilidade e segurança”, disse Jungmann aos militares.
Em seguida, o ministro mostrou aos jornalistas a aeronave de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear. O C-105 Amazonas será usado para transporte de eventuais vítimas de contaminação química. Em caso de ameaça química, biológica, radiológica ou nuclear, o C-105 Amazonas fará a evacuação do local. Segundo a FAB, será montada uma estrutura para descontaminação de possíveis pacientes, e algumas aeronaves estão prontas para transportá-las com segurança, seguindo os protocolos internacionais exigidos.

No próximo dia 24, as Forças Armadas e as demais forças de segurança, como a Polícia Militar e a Força Nacional, vão assumir oficialmente a segurança do Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir