País

Troca de ‘Martas’ explica ligação de executivo para Instituto Lula, diz Okamotto

Procurado para esclarecer por que Alexandrino Alencar telefonara para o instituto Lula na véspera de sua prisão, o presidente da entidade, Paulo Okamotto, disse supor uma confusão entre pessoas com nome “Marta”.


Depois de telefonar para a equipe de defesa de Alexandrino, Okamotto afirmou que há uma Marta entre seus advogados. No instituto, Marta é funcionária do RH.
Segundo Okamotto, não faz sentido que se tenha telefonado para o Instituto Lula às 7h, já que seu funcionamento é a partir das 9h.
“Se ele quisesse falar com o instituto, ele teria telefonado para meu celular. Ele tem meu número. Sou a pessoa com quem Alexandrino mais fala no instituto. Às 7h, eu atenderia”, disse Okamotto.
Ainda segundo Okamotto, Alexandrino teria o ramal do RH porque, como era diretor de relações institucionais da Odebrecht, costumava usar esse contato para atividades como envio de cartão de natal ou organização de agenda comum.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir