Dia a dia

Tristeza no velório de motorista morto em terminal de ônibus no Cidade de Deus, em Manaus

O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste - foto: Janailton Falcão

O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste – foto: Janailton Falcão

Muita tristeza marca neste sábado (2) o velório do motorista Márcio Gama da Silva, 37, morto a facadas em um assalto no ponto final da linha 448, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, na noite de ontem (1º).

O velório está sendo realizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia, na rua Danilo Areosa, bairro compensa 1, Zona Oeste, onde familiares e amigos prestam suas últimas homenagens ao trabalhador.

Muito abalada pela perda repentina, a esposa de Márcio, Alessandra do Carmo, 38, informou que o casal pretendia realizar uma viagem na próxima semana para o interior do Amazonas, durante o período de férias do trabalho. “Iríamos viajar para o Careiro. O nosso filho mais novo, de oito anos, ainda está sem acreditar. Só chora, não come e nem dorme direito”, lamentou a mulher.

De acordo com a irmã do motorista, a autônoma Márcia Gama, as últimas lembranças que ficaram do irmão são de uma pessoa alegre e de bem com a vida.

“Ele era bom irmão, bom pai e bom filho. Nunca respondeu para a nossa mãe. A última lembrança que eu tenho dele é no meu aniversário que ele fez escondido para mim na semana passada. Que saudades eu vou sentir”, disse a autônoma.

Ainda conforme a esposa de Márcio, os familiares não realizaram a comemoração de virada de ano, na noite do dia 31. Segundo ela, há menos de dois meses, o casal perdeu um filho de 20 anos, após o adolescente sofrer traumatismo craniano no fim do mês de outubro.

“Não tivemos nem vontade de fazer a festa do Réveillon, porque em outubro ‘enterramos’ nosso filho mais velho. Então, não tínhamos o que comemorar”, concluiu.

Márcio Gama deixou esposa e dois filhos de 8 e 15 anos, além de uma enteada de 19 anos. O sepultamento está previsto para ocorrer na manhã deste domingo (3), no cemitério Parque Tarumã, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Por Luis Henrique Oliveira

3 Comments

3 Comments

  1. Christian lins

    2 de janeiro de 2016 at 19:27

    Vamos pra ruas pedir mudança nas leis e botar assassino pra cumprir prisão perpétua

  2. Christian lins

    2 de janeiro de 2016 at 19:18

    O povo brasileiro deveria ir pra ruas pedir mudanças nas leis onde de mata pai de família e fica por isso mesmo vamos se mobilizar e pedir prisão perpétua pra criminsosso que mata cidadão de bem país de família vamos cobrar dos políticos vamos pras rua

  3. Ana

    2 de janeiro de 2016 at 14:47

    Acho lamentável uma vida não pode ser tirada assim.As autoridades tem que tomar uma providência vidas estão sendo tiradas tds os dias!chega!a bandidagem ta solta o governo não faz nada…ta chegando as eleições eles ja devem ta preparando o discurso.segurança e saúde é mimha prioridade pura demagogia bando de corruptos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir