Dia a dia

Trio é preso em flagrante por aplicar ‘golpe do tijolo’, em Manaus

O trio estava sendo investigado plea prática do crime conhecido como como ‘golpe do tijolo’  - foto: montagem/EM TEMPO Online

O trio estava sendo investigado plea prática do crime conhecido como como ‘golpe do tijolo’ – foto: montagem/EM TEMPO Online

Anderson Menezeque de Souza Santarém, 29, Francisco Paulo da Silva Ribeiro, 46, o ‘Bandu’ e Sérgio Alves de Souza, 42, conhecido como ‘Banjo’, foram presos em flagrante na tarde desta sexta-feira (10), suspeitos de estelionato e formação de quadrilha. As prisões ocorreram na rua Jupiá, primeira etapa do bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.

De acordo com informações do titular da Delegacia Especializada em Proteção ao Consumidor (Decon), Antônio Chicre Neto, o trio estava sendo investigado há alguns meses pela prática de crime conhecido como ‘golpe do tijolo’ e as prisões ocorreram, logo após o descarregamento de uma venda efetuada pelos infratores em um site na Internet.

“O trio anunciava em um site de compra e venda de produtos um valor bastante em conta para o milheiro do tijolo e as pessoas que procuravam um orçamento barato acabavam fechando negócio com os infratores. Na hora da entrega do produto os homens não deixavam a quantidade acertada com o cliente. Sempre entregavam menos”, explicou o titular da Decon.

Conforme a autoridade policial, no momento das prisões, duas equipes da Decon se dividiram para acompanhar a entrega da mercadoria. Durante a ação, a vítima argumentou que teria solicitado dois milheiros do tijolo oferecido pelo trio, mas que apenas 1,7 mil unidades tinham sido levadas.

“A vítima não acreditou no que estava acontecendo. Ela informou que ficou surpresa com a nossa investigação e não esperava que isso fosse acontecer. Nem imaginou que teria que conferir o pedido na hora da entrega, pois acreditou nos infratores. Ao final agradeceu o trabalho da equipe da Decon e elogiou a iniciativa dos policiais civis em apurar a fundo esse tipo de crime”, ressaltou Antonio Chicre Neto.

Francisco conduzia o caminhão caçamba, com placas do município de Iranduba. Sérgio e Anderson eram ajudantes de carga e descarga dos tijolos. Os infratores foram autuados em flagrante por estelionato e formação de quadrilha. Os três homens irão responder ainda por crime previsto na Lei 8.137/1990, ao induzir o consumidor a erro por meio de propaganda enganosa.

Ao término dos procedimentos cabíveis eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir