Sem categoria

Três são presas por tráfico no Zumbi, uma delas usava a neta para despistar a ação

As mulheres foram autuadas por Tráfico e associação para o tráfico - foto: Ney Mendes/PC

As mulheres foram autuadas por Tráfico e associação para o tráfico – foto: Ney Mendes/PC

O trio formado por Alexandra Campos da Costa, 38, Risleanne Araújo de Souza, 20, e Waleska Brandão Guimarães, 18, foi apresentado na manhã desta quarta-feira (2), por envolvimento com o tráfico de drogas.

Elas foram presas na tarde dessa terça-feira (1), na rua Maurício Lopes, bairro Zumbi, Zona leste de Manaus. Uma delas usava a própria neta para despistar a ação criminosa.

De acordo com o delegado titular do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Aldeney Alves, a equipe de investigação recebeu uma denúncia anônima dando conta de que naquela localidade havia duas mulheres aguardando uma encomenda de entorpecentes.

Ainda segundo o denunciante, a infratora que iria fazer a entrega das drogas estava acompanhada de uma criança de colo, para não levantar suspeitas.

A equipe de investigação se deslocou até o endereço informado e ficou de campana no local, foi quando Alessandra pareceu carregando uma sacola plástica e com a criança que seria neta dela.

“Ela usava a neta de 11 meses para despistar a polícia. Ficamos de campana e no momento que a suspeita estava entregando a sacola com o entorpecente para as outras mulheres efetuamos a prisão em flagrante”, disse o delegado.

Com o trio foi apreendido 1,2 quilos droga, distribuído em seis porções. Em seu depoimento, Alessandra alegou que recebeu o produto ilícito de um mototaxista que não teve o nome divulgado, e que este lhe pediu para entregar a droga para as mulheres. Ela receberia a quantia de R$200 pela entrega.

As mulheres foram autuadas por Tráfico e associação para o tráfico. Após os procedimentos cabíveis serão encaminhadas a ao Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF), localizada no quilometro 8 da BR-174, onde ficarão a disposição da Justiça.

Por Mara Magalhães com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir