Dia a dia

Três corpos são encontrados com sinais de estrangulamento, em sítio na AM-010

As vítimas estavam com as mãos e pés amarrados e tinham sinais de estrangulamento - foto: divulgação

As vítimas estavam com as mãos e pés amarrados e tinham sinais de estrangulamento – foto: divulgação

Os corpos de Diogo Ferreira de Souza, 27,  do ex-presidiário Argileudo Bruno da Silva, 37, o ‘Curica’, e um terceiro, ainda não identificado, foram encontrados por volta das 21h desse domingo (25), dentro de um sítio, localizado no quilômetro 53 da rodovia AM-010, que liga Manaus ao município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros da capital), próximo ao Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz. As vítimas estavam com as mãos e pés amarrados e tinham sinais de estrangulamento.

O caseiro do sítio, que não teve o nome revelado, encontrou um dos corpos jogado em um abismo de aproximadamente cinco metros, em seguida, avistou os outros dois. O homem acionou os policiais militares da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (3ª CIPM) de Rio Preto da Eva.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 22h, para fazer o resgate das vítimas, devido o local apresentar pouca iluminação e ser de difícil acesso.

Segundo a polícia, as vítimas foram mortas em outro local e depois jogadas no barranco. A autoria segue desconhecida.

O Instituto Médico Legal (IML) removeu os corpos para Manaus, onde passaram por exame de necropsia. O caso deverá ser investigado pelo 36º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir