País

Trecho de nova ciclovia desaba na zona sul do Rio e dois morrem

Ainda não há confirmação de quantas pessoas podem ter caído com a queda da estrutura - foto: reprodução

Ainda não há confirmação de quantas pessoas podem ter caído com a queda da estrutura – foto: reprodução

Duas pessoas morreram nesta quinta-feira (21), segundo confirmou o Corpo de Bombeiros, no desabamento de um trecho da recém-inaugurada ciclovia da avenida Niemeyer, na zona sul do Rio.

Ainda não há confirmação de quantas pessoas podem ter caído com a queda da estrutura. A TV Globo registrou o resgate de uma pessoa no mar, realizado por uma equipe com suporte do helicóptero do Corpo de Bombeiros, no trecho onde houve o desabamento.

Batizada de Tim Maia, a ciclovia fica entre a pista da avenida Niemeyer e um penhasco, acima do mar. Faz a conexão entre a praia do Leblon e a orla do bairro de São Conrado, ambos na zona sul da cidade.

A ciclovia foi inaugurada em 17 de janeiro passado. O trecho que desabou tem cerca de 50 metros. A ideia da prefeitura é ligar o centro da cidade a Grumari, na zona oeste, por ciclovias que beiram a orla até a Olimpíada, em agosto.

A ciclovia da Niemeyer foi construída a um custo de R$ 44,7 milhões. Com 3,9 km, o trecho veio somar aos 435 km de malha de ciclovias que o Rio tinha até então. A gestão Eduardo Paes (PMDB) quer chegar a 450 km até os Jogos.

Para efeito de comparação, em São Paulo o prefeito Fernando Haddad (PT) tem a meta de construir 400 km até o fim deste ano -hoje, a cidade conta com 374 km.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir