Política

Transporte público: oposição na Aleam cobra melhor serviço em troca do subsídio

Deputados

Wanderley Dallas (PMDB), José Ricardo (PT) e Alessandra Campelo (PCdoB) convidaram população a participar da audiência pública sobre o tema, programada para segunda (8) – fotomontagem: EM TEMPO Online

Deputados estaduais que compõem o bloco de oposição na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), José Ricardo (PT), Alessandra Campelo (PCdoB), e Wanderley Dallas (PMDB) aproveitaram a sessão desta quarta (3) para pedir que a população que participe de audiência pública para debater o transporte coletivo de Manaus.

Os deputados ressaltam que, apesar do subsídio dado às empresas de transporte coletivo, em parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Manaus, ter aumentado de R$ 1 milhão para R$ 1,3 milhão em maio, o serviço não melhorou.

Segundo Wanderley Dallas, a sessão debaterá a aplicação desses recursos. “Queremos discutir os incentivos concedidos pelo governo para melhorar o transporte de Manaus”, afirmou.

Cobrança de multas

Alessandra Campêlo (PCdoB) defendeu que as empresas de ônibus sejam responsabilizadas pelas possíveis infrações de trânsito, da mesma forma que os proprietários de veículos particulares.

Durante o Pequeno Expediente da Aleam, Alessandra enfatizou que, além da remissão (perdão) do Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA) como subsídio do governo do Estado, as empresas de ônibus são isentas do pagamento de multas de trânsito, mesmo as classificadas como “gravíssimas” pelo Código Brasileiro de Trânsito.

A deputada apresentou emenda ao projeto que regulamenta o benefício do subsídio para que o perdão do IPVA seja mantido, desde que a responsabilidade sobre as infrações seja aplicada, como meio de manter a educação no trânsito.

“O governo não pode incentivar os motoristas das empresas de ônibus a cometerem infrações de trânsito. Isso acaba contribuindo para que os motoristas não guardem a devida distância dos ciclistas ou dos demais veículos nas ruas e ultrapassem o sinal vermelho”, afirmou.

Maior participação

A audiência será realizada na próxima segunda-feira (8), no plenário Ruy Araújo e discutirá o valor da tarifa, incentivos fiscais e subsídios concedidos pela Prefeitura e governo do Estado.

O deputado José Ricardo pediu maior participação dos manauenses na questão e apelou para que tanto a Prefeitura quanto o governo do Estado mandem representantes. Pediu também o comparecimento da classe empresarial e dos trabalhadores do sistema de transporte público da capital.

“Isso é necessário para que a gente possa debater a eficiência e eficácia proporcionada pelos incentivos recebidos do poder público, a tarifa e a situação atual do sistema. É uma audiência importante nesse processo”, disse.

 

Por Equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir