Dia a dia

Traficante João Branco chega a Manaus na tarde desta sexta-feira, confirma PF

'João Branco' foi preso no momento que tentava entrar no Brasil, vindo da Venezuela - foto: divulgação

‘João Branco’ foi preso no momento que tentava entrar no Brasil, vindo da Venezuela – foto: divulgação

Preso na tarde dessa quinta-feira (25) pela Polícia Federal, em Pacaraima (RR), o narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, será transferido para Manaus na tarde dessa sexta-feira (26). A informação foi confirmada pelo delegado Rafael Caldeiras, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal do Amazonas.

Por questão de segurança, o delegado preferiu não dar detalhes sobre a transferência de ‘João Branco’, mas falou que assim que o narcotraficante chegar à capital amazonense será levado para a Superintendência da PF, situada no bairro Dom Pedro, Zona Oeste da cidade, onde será ouvido.

Considerado um dos líderes da facção criminosa Família do Norte (FDN), ele estava foragido desde marco de 2014, quando fugiu do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no quilômetro 8 da BR-174, e foi preso na manhã de ontem, quando tentava entrar no Brasil pela fronteira com a Venezuela portando uma identidade falsa, com o nome de ‘Jonatas Peres Soares’.

Ao apresentar a carteira de identidade, os agentes verificaram que o documento foi emitido no Amazonas, devido a isso suspeitaram da autenticidade e solicitaram informações da PF do Amazonas, que confirmou que o documento era falso e que se tratava do narcotraficante.

‘João Branco’ era considerado o traficante mais procurando do Amazonas e estava sendo ‘caçado’ em mais de 188 países pelos crimes de tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Além desses crimes, o ‘Chefão’ também era procurado por ser o mandante e um dos executores do assassinato do delegado da Polícia Civil Oscar Cardoso, morto com mais de 20 tiros em março de 2014.

Os dois seguranças do ‘potência máxima’ como o narcotraficante também é conhecido, identificados como Alexandre de Oliveira Lemos, 35, Makysoniel Nogueira Braga, 31, e Antônio Oliveira, 21, que foram presos junto com ele, foram autuados pelo crime de associação criminosa e ficarão presos em Boa Vista, à disposição da Justiça.

De acordo com o titular da Secretária de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Pedro Florêncio, até o momento,  não teve nenhum tipo de reação por parte dos detentos do sistema prisional do Amazonas, diante da informação da prisão do narcotraficante.

“Até o momento, a situação está tranquila, mas existe sim uma certa tensão em relação a prisão de ‘João Branco’. Hoje andamos em alguns presídios e sentimos essa tensão”, disse o secretário.

Pedro Florêncio ainda informou que ainda não foi definido se o narcotraficante ficará em uma das unidades prisionais da capital, porém, se ele tiver que ficar em um dos presídios será no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), no quilômetro 8 da BR-174, em uma cela de Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), onde estão alguns dos presos da operação ‘La Muralla’.

Por Mara Magalhães

 

1 Comment

1 Comment

  1. albanyr Menezes

    28 de fevereiro de 2016 at 12:22

    Joao branco deveria de ir para uma cela comum! Vai ser a mesma historia de antes regalias e depois facilitar a sua fuga por colarinhos brancos!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir