Dia a dia

Trabalhadores de Manaus ganham evento social neste sábado

Os portões serão abertos para os trabalhadores e seus familiares a partir das 9h -foto: divulgação

Os portões serão abertos para os trabalhadores e seus familiares a partir das 9h -foto: divulgação

Manaus participará neste sábado ( 22), da nona edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), promovida em 34 localidades do país pela indústria da construção. Na capital amazonense, o evento acontecerá no Clube do Trabalhador do Sesi, localizado na alameda Cosme Ferreira, Aleixo, Zona Leste da capital, de 9h às 16h.

O evento de responsabilidade social do setor é direcionado para os trabalhadores e seus familiares. O tema escolhido para 2015 é focado no público jovem: ‘Quer mudar o mundo? Mãos à obra!’. A ideia é colocar o jovem como protagonista das mudanças sociais e a indústria da construção como um caminho para transformar a realidade por meio do trabalho.

A ação, promovida pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em parceria com o Sesi Nacional, e realizada pelos sindicatos e associações da construção locais, já se tornou uma tradição e ocorre desde 2007 com o apoio do Seconci Brasil.

“Nosso objetivo é dar oportunidade para que os trabalhadores da construção e suas famílias possam receber serviços nas áreas de saúde, cidadania e também de lazer”, diz o presidente da CBIC, José Carlos Martins, acrescentando que o clima de amizade e confraternização, proporcionado pelo Dia Nacional da Construção Social, também gera integração e satisfação para todos.

Os números das diversas edições do Dia Nacional da Construção Social são impressionantes. Ao longo dos últimos nove anos, foram realizados 3.142 milhões de atendimentos a um total de 578 mil pessoas em diferentes cidades do País.

Além do número expressivo de atendimentos realizados, o DNCS é uma data importante também pelo que simboliza: a consciência dos empresários da construção de que o trabalhador é indispensável ao sucesso de suas atividades.

O setor está empenhado e comprometido para amanhã produzir mais um grande evento. De acordo com Martins, apesar das dificuldades na economia, que impactam negativamente o desempenho da indústria da construção, a CBIC conseguiu mais uma vez uma forte adesão dos empresários da construção em todo o País.

“Criar uma nova perspectiva para os jovens trabalhadores, ou filhos de trabalhadores, se torna a partir de agora uma missão para todos nós, empresários da construção e do mercado imobiliário. Como empreendedores, estamos sempre otimistas em relação ao futuro. Confiamos na capacidade do País de se recuperar das atuais adversidades e vislumbramos, em um prazo não muito longo, dias melhores para todos os brasileiros”, comenta Martins, que participará da abertura do evento, este ano, em Brusque, Santa Catarina.

Manaus

Os portões serão abertos para os trabalhadores e seus familiares a partir das 9h a fim de que todos possam usufruir um dia de atividades voltadas para os cuidados com a saúde, beleza e lazer num ambiente de fácil acesso e com ampla infraestrutura.

Em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Social da Indústria da Construção Civil – Manaus (Seconci-Manaus), o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), irá oferecer gratuitamente, atendimento médico, odontológico, psicológico, realização de exames.

Também estará à disposição dos participantes a emissão de segunda via de documentos, serviços de embelezamento (manicure, corte de cabelo, maquiagem), orientação de como desenvolver atividades empreendedoras e atividades recreativas para toda a família.

“No ano passado, realizamos 8.379 atendimentos. Em 2015, esperamos fechar o sábado com mais de 10 mil atendimentos prestados.

O Dia Nacional da Construção Social representa a união de esforços da classe empresarial e de diversas entidades para proporcionar serviço para os operários, que por causa do trabalho tem dificuldade de encontrar tempo para buscar atendimento e, também, a chance de estreitar ainda mais os laços familiares”, finalizou o presidente do Sinduscon-AM, Eduardo Lopes.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir