Economia

Trabalhadores da construção civil e metalúrgicos protestam em Manaus contra lei da terceirização

Segundo Cícero, o movimento visa defender os direitos dos trabalhadores  - foto: arquivo EM TEMPO

Segundo Cícero, o movimento visa defender os direitos dos trabalhadores – foto: arquivo EM TEMPO

Trabalhadores da construção civil de Manaus e metalúrgicos ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizam na manhã desta quinta-feira (20) um protesto visando chamar a atenção da sociedade e da classe política para os prejuízos trazidos às categorias pela lei da terceirização.

Ele bloquearam a avenida Coronel Teixeira, localizada na Zona Oeste, no horário de 6h às 8h30, no intuito de denunciar também à população os ajustes negativos feitos ultimamente pelo governo federal nos benefícios trabalhistas.

O ato que durou pouco mais de duas horas deixou o trânsito com retenção em alguns trechos da Zona Oeste. Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) foram direcionados ao local para orientar no fluxo de veículos.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Montagens e Manutenção Industrial, Construção e Montagem de Gasodutos e Oleodutos e Engenharia Consultiva de Manaus (Sintracomec-AM), Cícero Custodio, o movimento tinha como objetivo defender os direitos dos trabalhadores que estão sendo ameaçados pelo atual governo.

Cicero destaca que a categoria é contra o projeto da terceirização que está como pauta para a aprovação no Congresso Nacional. Além dessa questão, os trabalhadores reclamam as novas medidas aplicadas nos benefícios de Seguro-Desemprego e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

“Esse governo não faz nada em prol do trabalhador, que vem sendo penalizado nos últimos meses com os ajustes nos benefícios. Não podemos nos calar diante de tal situação”, disse.

Ainda segundo o sindicalista, a classe irá aguardar a decisão do Congresso em relação à lei da terceirização. Caso seja aprovado, uma nova manifestação será programada para protestar contra a medida imposta pelo governo.

Por Gerson Freitas

1 Comment

1 Comment

  1. jucileia martins

    20 de agosto de 2015 at 15:05

    os trabalhadores tem que ter seus direito,, entao eu apoio eles.. vcs tem videos manda p mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir