Dia a dia

Trabalhador é assassinado em assalto a loja de materiais de construção, na Zona Leste

Além do dinheiro, o bando levou o carro de um dos clientes do material de construção, que não teve a placa e características informadas - foto: Arthur Castro – foto: Arthur Castro

Além do dinheiro, o bando levou o carro de um dos clientes do material de construção, que não teve a placa e características informadas – foto: Arthur Castro – foto: Arthur Castro

Sete homens armados e encapuzados roubaram, no final da tarde dessa quinta-feira (5), a quantia de mais R$ 15 mil da loja Pavão Material de Construção, localizada na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Durante a fuga, os suspeitos atiraram em dos funcionários da loja, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo informações de policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o grupo chegou ao local em um veículo modelo Pálio, de cor vermelha e placa não informada. Em seguida anunciaram o assalto. Eles estavam armados com pistolas, revólveres, escopeta e uma faca.

O grupo exigia que os funcionários entregassem todo o dinheiro. A polícia informou que ontem era o dia do pagamento dos trabalhadores e, provavelmente, os criminosos tiveram acesso a essa informação, o que os motivou a cometeram o assalto.

No momento em que o grupo fugiam do local, um dos bandidos atirou contra um funcionário identificado como Antônio Stenio Morreria, 54, que ainda chegou a ser socorrido e levado para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, mas não resistiu aos ferimentos.

As outras vítimas relataram à polícia que a ação do suspeito foi reprovada pelos comparsas. Logo após o tiro, os bandidos chegaram a discutir antes de deixar o estabelecimento.

Além do dinheiro, o bando levou o carro de um dos clientes do material de construção, que não teve a placa e características informadas. O veículo foi encontrado abandonado no bairro Cidade Deus, Zona Leste da capital.

Suspeito pode estar morto

Um homem, até momento não foi identificado, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, na noite dessa quinta-feira (5), na rua Isis, também no bairro Cidade de Deus. A polícia suspeita que o corpo seja do assaltante que atirou e matou o funcionário do material de construção.

A polícia informou que foi encontrada pólvora na mão do rapaz. A perícia deve apontar se os vestígios são compatíveis com a arma utilizada durante o crime.

O caso será investigado pelas Delegacias Especializadas em Homicídios e Sequestros (DEHS) e Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd).

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir