Esportes

Tocha passa pelo Cristo Redentor no último dia do revezamento no Rio

Depois de acender a tocha, Isabel deu uma volta no Cristo Redentor – foto: Rio 2016

Depois de acender a tocha, Isabel deu uma volta no Cristo Redentor – foto: Rio 2016

A tocha olímpica foi acesa às 7h desta sexta-feira (5), no Corcovado, pela ex-jogadora de vôlei Isabel. Estavam presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o arcebispo do Rio, cardeal Dom Orani Tempesta.

Depois de acender a tocha, Isabel deu uma volta no Cristo Redentor e tirou fotos com o cardeal e o prefeito. Do Corcovado, a tocha segue para o Palácio da Cidade.

Dom Orani foi o único que discursou. “Desejo que os Jogos sejam uma experiência de fraternidade e de paz e leve o progresso que esperamos para superar as dificuldades na construção de um país mais justo”, disse.

Durante o discurso, o cardeal rezou um pai nosso. Antes de deixar o local, o prefeito pediu ao religioso que rezasse por ele. “Reza por mim hoje”, afirmou. Paes saiu sem discursar.

Trajeto
O revezamento da tocha olímpica se encerra no Aterro do Flamengo depois de passar pelos bairros da Urca e Botafogo.
Nesta madrugada, a tocha encerrou o percurso no Leme, na zona sul, por volta da 1h.

No fim da noite desta quarta (4), um homem com camisa do SUS tentou apagar a chama com uma garrafa de guaraná.
Entre as pessoas que carregaram o símbolo olímpico no segundo dia de revezamento estavam Mário Jorge Lobo Zagallo, ex-técnico e ex-jogador da seleção brasileira e do Botafogo, e o surfista Rico de Souza, em cima de uma prancha.

Por Folhapress

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir