Mundo

Tiroteio no metrô de Nova York deixa um morto e dois feridos

Um homem morreu e outros dois ficaram feridos nesta segunda-feira (9) em um tiroteio numa estação do metrô perto da Penn Station, em Nova York (EUA), pouco antes das 6h15 da manhã no horário local (9h15 no horário de Brasília).


Angel Quiñones, 43, morreu na hora. As outras duas vítimas, William Lamboy, 45, e Eddie Torres, 48, foram hospitalizadas com ferimentos graves, segundo a polícia nova-iorquina. O agressor fugiu, e os policiais ainda investigam as motivações do tiroteio.

O chefe dos investigadores do Departamento de Polícia de Nova York, Robert K. Boyce, disse que a discussão entre o agressor e as vítimas começou dentro de uma lanchonete McDonald’s nas proximidades da estação do metrô, na Oitava Avenida, entre as ruas 34 e 35.

Segundo o jornal americano “The New York Times”, a região é conhecida como um ponto de viciados em drogas e não passou pela revitalização vivida por outras áreas de Manhattan -o distrito mais antigo de Nova York e uma das áreas de maior afluxo de turistas na cidade.

De acordo com Boyce, as três vítimas, frequentadores de uma clínica de reabilitação nos arredores, estavam tomando café no McDonald’s quando uma quarta pessoa, usando moletom com capuz, se aproximou do grupo e discutiu com eles. As imagens da breve altercação foram registradas pela câmera de vídeo da lanchonete.

Testemunhas afirmam que a discussão continuou fora do McDonald’s, com os três homens sendo seguidos pelo de moletom. Na estação do metrô, antes que os três pudessem alcançar as catracas, o agressor disparou quatro tiros.

O tiroteio não interrompeu o movimento do metrô nova-iorquino no início da manhã de segunda, mas investigadores permaneceram na região por horas.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir