Dia a dia

Tiroteio em Manacapuru foi briga entre facções, diz delegado após prender suspeito

suspeito-preso-manacapuru-divulgacao

Marcos Antônio da Silva Taide, 25, foi preso logo após o crime – foto divulgação

Um dos envolvidos no tiroteio que resultou na morte de uma pessoa e deixou outras três feridas – entre elas uma criança de 2 anos -, em Manacapuru (89 quilômetros de Manaus), Marcos Antônio da Silva Taide, 25, foi preso logo após o crime na noite dessa quarta-feira (12).

De acordo com o delegado João Flores, titular da Delegacia Interativa de Polícia de Manacapuru (DIP), Marcos é membro da facção criminosa Família do Norte (FDN) e a motivação do crime seria uma briga com traficantes rivais do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Conforme a polícia, tudo começou na noite de terça-feira (11), após a morte de Diego de Souza, 23, conhecido como ‘Olhão’, que era traficante e integrante do PCC. Logo após sua morte, seus comparsas gravaram áudios e divulgaram no whatsapp, onde diziam que iriam vingar a morte de Diego, matando um a um os integrantes da FDN, a quem responsabilizam pela execução de ‘Olhão’.

Na tarde de ontem, quando familiares e amigos de Diego saiam do enterro dele, no cemitério do município, Marcos Antônio e o outro suspeito, não identificado, estavam em uma motocicleta perseguindo o irmão de ‘Olhão’, Jonathas Bandeiras de Souza, 25, que seguia num veículo modelo Gol.

Dentro do automóvel estava a filha de Jonathas, de dois anos, e o primo dele, Fabrício Bandeira, 23. Marcos e o comparsa encostaram no carro e efetuaram os disparos. Um dos tiros atingiu o abdômen da menina e outro atingi Fabrício nas costas. Os dois foram encaminhados ao Hospital e Pronto Socorro Lázaro Reis, em Manacapuru, onde receberam os primeiros socorros, em seguida foram transferidos para unidades hospitalares da capital.

Ainda de acordo com polícia, no momento em que Marcos e o comparsa atiravam contra o veículo de Jonathas, um outro homem não identificado, que seria um suposto segurança de Jonathas, disparou contra a dupla e atingiu Marcos com um tiro no braço.

O comparsa de Marcos, que estava na moto, empreendeu fuga. Jonathas não foi atingido durante os disparos. Durante a troca de tiros, um homem identificado como Anderson Pedrosa Feitosa, 27, que passava pelo local no momento do tiroteio, foi atingido na cabeça e morreu no local.

Marcos também foi levado para o hospital e após ser receber alta foi encaminhado para a delegacia do município, onde foi autuado por homicídio e tentativa de homicídio.

Conforme a assessoria do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, onde Fabricio está internado, o estado do paciente é grave e ele se encontra na Unidade de tratamento intensivo (UTI). A reportagem, entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para saber o estado de saúde da criança e aguarda reposta do órgão.

Portal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir