Holofotes

Tiragem de biografia de Andressa Urach ganha de ’50 Tons de Cinza’ e até livro de colorir

Editora responsável pelo lançamento da polêmica biografia de Andressa Urach, a editora ‘Planeta’ aposta alto no sucesso do livro, que terá uma tiragem de um milhão de unidades. O número de exemplares do livro, que chega ao público no dia 20 de agosto, supera vários best-sellers considerados fenômenos de público.

‘Cinquenta Tons de Cinza’, por exemplo, precisaria aumentar muito sua paleta de cores para chegar perto da tiragem do livro de Andressa: a primeira história de E.L. James sobre o romance sadomasoquista entre Christian Grey e a inocente Anastasia teve, inicialmente, apenas 200 mil cópias quando foi lançado no Brasil em 2012.

‘Cinquenta Tons de Liberdade’, terceiro livro da série, com a maior tiragem da trilogia, teve 600 mil unidades impressas no mesmo ano.

Segundo livro mais vendido desde 2013 – 683 mil unidades saíram das livrarias, de acordo com dados da consultoria Nielsen –, ‘Kairos: O Tempo de Deus’, do padre Marcelo Rossi, foi lançado com tiragem inicial de 500 mil unidades, em 2013.

Até o fenômeno absoluto para colorir, ‘Jardim Secreto’, surgiu tímido em 2014, com 15 mil exemplares – hoje, já foram vendidos mais de 650 mil.

Andressa perde, porém, para seu chefe na Record, Edir Macedo. O volume três da série ‘Nada a Perder’ do bispo saiu no ano passado com 1,3 milhão de cópias – mais de um milhão já foram vendidas.

Segundo a ‘Planeta’, 500 mil unidades já foram impressas de ‘Morri para Viver’, sobre a trajetória da ex-modelo que foi de Miss Bumbum e prostituta a evangélica depois de quase morrer por causa de uma infecção.

A editora finaliza as negociações para emplacar a história também na Europa.

A aposta alta no livro tem um motivo: nele, Andressa revela detalhes da época em que era prostituta de luxo, com o nome de guerra ‘Ímola’. Ela diz ter sido uma das garotas de programa mais caras e desejadas do país, ganhando R$ 15 mil por duas horas de sexo.

O suposto caso amoroso com o jogador português Cristiano Ronaldo também é retratado. Andressa diz que, em 2013, recebeu uma ligação do atleta. “Você é realmente a Miss Bumbum do Brasil?”, teria perguntado ele.

Ela, então, teria viajado até Madri para passar uma noite com o craque. Andressa afirma que ele a deixou por três horas trancada no quarto de um hotel para manter a discrição do encontro e que, por vingança, resolveu divulgar a história a um jornal inglês.

Por Folhapress

1 Comment

1 Comment

  1. Luciana

    15 de agosto de 2015 at 01:14

    Cristiano Gray e a inocente Andrestacia o que? Kkkkkkkkkkj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir