Sem categoria

Thiaguinho traz ‘ousadia e alegria’ para Manaus

Thiago André Barbosa vive uma nova e vitoriosa fase na sua carreira - foto: divulgação

Thiago André Barbosa vive uma nova e vitoriosa fase na sua carreira – foto: divulgação

Paulistano de Presidente Prudente, Thiaguinho é um dos cantores mais esperados no 15º ‘Samba Manaus’, que acontece no dia 10 de outubro, no sambódromo. Com a nova turnê do CD “Hey, mundo!”, o “Príncipe do Pagode” adianta que, para o show em Manaus, preparou uma seleção de músicas tanto do novo álbum quanto do Exaltasamba, grupo que assumiu os vcais por nove anos.

Thiago André Barbosa vive uma nova e vitoriosa fase na sua carreira. Há 3 anos, Thiaguinho investiu na carreira solo. Com o Exaltasamba, lançou oito CDs e quatro DVDs, e ainda ganhou um Grammy Latino, em 2011, de Melhor Álbum de Samba. Já em carreira solo, o artista acumula quatro CDs, um EP e um DVD ao vivo. Com o último álbum, o cantor já emplacou nas paradas de sucesso “Pra que viver nesse mundo?”, com participação de Rodriguinho, e “Hey, mundo!”.

Surpresas e boas recordações são detalhadas pelo cantor, em entrevista exclusiva ao EM TEMPO.

EM TEMPO – Como você analisa a sua afirmação no pagode, que, hoje, é um gênero musical que lança muitos artistas? Conseguir se manter no mercado há mais de 10 anos é um desafio?

Thiaguinho – Eu acho que o samba e o pagode estão em uma ótima fase. Novos grupos e cantores estão surgindo e outros grupos e cantores que fizeram sucesso há alguns anos estão voltando. O mercado e os profissionais estão mais maduros e isso reflete na boa qualidade das músicas e dos artistas deste segmento. Estou muito feliz e realizado com tudo que estou vivendo. Deus é muito generoso comigo.

EM TEMPO – Com o último CD você emplacou dois singles, “Pra que viver nesse mundo?” e “Hey, mundo!”. Como foi escolher as músicas e as parcerias deste álbum que acumula sucessos, mesmo com pouco tempo de lançamento?

Thiaguinho – Eu estou no segundo single deste disco, mas eu quero que mais músicas toquem nas rádios. Esse foi mais um trabalho que produzi com o Rodriguinho e que conta com as participações do Péricles, Rogério Flausino (do Jota Quest), Mr. Dan e Hellen Caroline. Todas as pessoas que eu chamo para cantar são pessoas que se identificam comigo e com o meu som. Estou muito feliz com a repercussão dele. No show do “Samba Manaus” eu vou cantar várias músicas desse álbum e quero saber como a cidade vai receber esse trabalho novo. Estou bem ansioso para isso.

EM TEMPO – No ano passado, você ganhou em duas categorias do Prêmio Multishow, a de Melhor Cantor e de Música Chiclete, com o hit “Caraca muleke”. O que representam esses dois prêmios?

THIAGUINHO – Eu fico feliz com todos os prêmios que ganho porque é o reconhecimento de um trabalho. Mas o maior prêmio, com certeza, é a galera cantando as músicas nos shows, me acompanhando e trocando essa energia boa toda vez que a gente se encontra, seja nos palcos, nos aeroportos ou em qualquer lugar. O prêmio é gostoso para caramba, mas eu já me sinto premiado por ter a oportunidade de fazer música e por ter o Brasil de olho no que eu faço.

Você é conhecido pelos sucessos no pagode e, neste novo trabalho, algumas faixas apresentam uma mistura de gêneros musicais, como o rap e a black music. Como foi produzir este trabalho com a interferência de ritmos?

Thiaguinho – Eu sempre misturei gêneros no meu som desde o Exalta. Tinha samba com funk, samba com sertanejo, samba com MPB, samba com rap… Essa sempre foi uma característica do meu som porque escuto muita coisa. Eu deixo todas essas influências rolarem na minha música e isso faz com que ela fique universal.

EM TEMPO – O “Samba Manaus” está completando 15 anos e você participou de quase todas as edições do evento. É possível fazer um balanço do festival?

Thiaguinho – O “Samba Manaus” é um dos maiores festivais de música do país, é conhecido em todo o Brasil. O público é sempre muito grande. Todo lugar que a gente passa as pessoas falam sobre o “Samba Manaus” e a vontade de participar desta grande festa. Tem gente que sai de outras cidades para conferir as atrações. Fico muito feliz em ter participado de quase todas as edições. Uma história muito bonita que a Bete Dezembro e toda sua equipe construíram com a Fábrica de Eventos. Espero participar dos próximos.

EM TEMPO – O que o manauense pode esperar do show de Thiaguinho neste “Samba Manaus” que está debutando?

Thiaguinho – O show chama-se “Hey, mundo!”, nome da nova turnê. Como é uma noite com várias atrações, o show será reduzido, mas vou tentar fazer um resumo do que eu venho apresentando em todo o país. Tem músicas do Exalta, músicas dos outros discos da minha carreira solo e canções do novo trabalho.

EM TEMPO – Nas suas vindas a Manaus, tem alguma programação na cidade que é imperdível ou gostaria de fazer?
Thiaguinho – Várias coisas, como comer aquele peixe gostoso, né?!  Gostaria também de conhecer o Teatro Amazonas, que é um lugar bonito, mas que ainda não tive a oportunidade de visitar.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir