Esportes

Thiago Pereira pode ganhar medalha sem nadar

Atrás de um recorde de medalhas no Pan de Toronto, o nadador Thiago Pereira caiu pela primeira vez na piscina nesta terça-feira (14).

Ele disputou a eliminatória do revezamento 4 x 100 m, vencida pelo Brasil com o tempo de 3min17s87. Pereira não nadará a final da prova, que ocorre às 21h31 (de Brasília).

“Essa primeira caída na água foi bem importante para sentir o clima da competição. A piscina aqui é maravilhosa. Hoje já fiz minha parte e agora é com eles à tarde”, afirmou.

A equipe brasileira, que sairá na raia 4 na decisão, será formada por Matheus Santana, João de Lucca, Bruno Fratus e Marcelo Chierighini.

Embora não nade a final, Pereira receberá medalha caso o Brasil fique entre os três primeiros, o que é provável.

“Não perdemos esta prova [4 x 100 m] desde o Pan de Winnipeg-1999, e não vai ser na nossa mão que isso vai acontecer”, afirmou Fratus.

Pereira, que tem 18 medalhas em Pan, quer superar Gustavo Borges (19) e o cubano Erick Lopez (22) como atleta mais vezes laureado no evento.

O brasileiro vai nadar oito provas no Canadá até o sábado, dia final da natação.
EM BUSCA DO RECORDE

Pereira chega a Toronto-2015 com 18 medalhas pan-americanas no currículo, e pode sair dele com até 26. E ele nem precisa obter tamanha coleção para triturar recordes no evento.

Bastam duas para superar o ex-nadador Gustavo Borges -que soma 19- como o maior medalhista brasileiro.

Um pouco mais é necessário para ultrapassar o alvo real de Pereira: o cubano Erick Lopez, ex-ginasta que amealhou 22 pódios entre as edições de Havana-1991 e Santo Domingo-2003 -com 18 medalhas de ouro.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir