Economia

Tesouro vende R$ 134 milhões em ações do BB vindas do Fundo Soberano

Para tentar reforçar o caixa do governo e se aproximar da nova meta do superavit primário, o governo vendeu o equivalente a R$ 134 milhões em ações do Banco do Brasil que estavam no Fundo Soberano. A informação foi divulgada pelo Tesouro Nacional nesta sexta-feira (24).


Segundo a nota enviada à imprensa, a operação foi iniciada em 29 de junho e concluída em 15 de julho, movimentando 5,6 milhões de ações ordinárias do BB. O relatório trimestral de desempenho do Tesouro, divulgado em março deste ano, revelou que o Fundo Soberano tinha ações do banco no valor de R$ 2,5 bilhão.
Ou seja, o governo vendeu o correspondente a 0,54% das ações que haviam no Fundo Soberano.

Trabalhadores param atividades na Petrobras por 24 horas
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os petroleiros de todo o país deram início à 0h desta sexta (24) à paralisação nacional de 24 horas, interrompendo as atividades nas unidades operacionais e administrativas do Sistema Petrobras. Segundo a FUP (Federação Única dos Petroleiros), a greve decorre da necessidade de chamar a atenção da Petrobras sobre a gravidade do atual momento político do país e dos riscos que a categoria sofre em função dos cortes e da venda de ativos aprovados pelo Conselho de Administração da estatal, além da dicussão do Projeto de Lei 131/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que propõe reduzir a participação da Petrobras nos consórcios de exploração do petróleo na camada do pré-sal. As informações são da Agência Brasil.

Vendas de títulos pela internet têm 2º melhor mês da história em junho
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – As vendas de títulos públicos a pessoas físicas pela internet registraram, em junho, o segundo melhor resultado da história para todos os meses. Por meio do Programa Tesouro Direto, elas somaram R$ 1,156 bilhão no mês passado. O valor só é inferior a maio, quando o montante havia atingido R$ 2,411 bilhões impulsionado por uma troca de títulos vencidos naquele mês.
Os títulos mais vendidos foram os corrigidos pela inflação oficial pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que concentraram 55,6% das operações. Em seguida, vieram os papéis vinculados à Selic (taxa básica de juros), que somaram 30,5%. Os títulos prefixados com juros definidos com antecedência representaram 12,9% das vendas. As informações são da Agência Brasil.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir