Dia a dia

Terceirizados do João Lúcio paralisam suas funções

A equipe, formada por pessoas responsáveis pela limpeza e recolhimento de lixo, recepção maqueiros, mensageiros e algumas que trabalham na parte administrativa do hospital - foto: Manoela Moura

A equipe, formada por pessoas responsáveis pela limpeza e recolhimento de lixo, recepção, maqueiros, mensageiros e algumas que trabalham na parte administrativa do hospital – foto: Manoela Moura

Funcionários terceirizados do hospital e pronto-socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado paralisaram, mais uma vez, as atividades na tarde da terça-feira (30) na instituição, localizada na avenida Cosme Ferreira, na Zona Leste de Manaus. O grupo informou que os salários estão atrasados há quase três meses e que parte do pagamento que deveria ser depositado ontem não foi efetuado.

A equipe, formada por pessoas responsáveis pela limpeza e recolhimento de lixo, recepção, maqueiros, mensageiros e algumas que trabalham na parte administrativa do hospital, é de responsabilidade da empresa BDA Serviços. Eles já haviam suspendido o trabalho na última sexta-feira (26), em decorrência dos atrasos do pagamento dos salários.

De acordo com a funcionária Flávia Neves, o acordo realizado entre os funcionários terceirizados e a diretoria do hospital, na ocasião, era que na terça-feira deveria ser efetuado o pagamento de 50% do salário do mês junho e, na próxima sexta, o integral do mês de julho. “Como não foi feito o pagamento, nós paramos. Estamos todos aqui. Caso a gente receba o nosso salário, voltamos com as atividades”, afirmou.

A paralisação afeta também o hospital Joãozinho, SPA da Criança. De acordo com Valquíria da Costa, o que eles querem também é uma posição do que será feito. “Ninguém veio falar com a gente”, explicou.

Segundo o diretor do hospital, José Jorge, medidas estão sendo tomadas para resolver o problema. “Não há previsão para o pagamento, mas as providências foram encaminhadas para os órgãos cabíveis”, declarou.

Por Manoela Moura

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir