Dia a dia

Terceirizados da saúde protestam mais uma vez por atraso de salários

Os manifestantes chegaram a parar o trânsito por alguns minutos na avenida Mário Ypiranga Monteiro – foto: Daniel Prestes

Os manifestantes chegaram a parar o trânsito por alguns minutos na avenida Mário Ypiranga Monteiro – foto: Daniel Prestes

Um grupo de trabalhadores terceirizados dos serviços de saúde pública protestou, na manhã dessa terça-feira (23), em frente ao Instituto da Mulher Dona Lindu, Zona Centro-Sul de Manaus, contra o atraso no pagamento de seus salários.

Os manifestantes, que pararam o trânsito por alguns minutos na avenida Mário Ypiranga Monteiro, não se intimidaram com a chuva. Ailson Zane, que é coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Santas Casas, Entidades Filantrópicas Beneficentes e Religiosas e em Estabelecimento de Serviços de Saúde no Estado do Amazonas (Sindpriv), disse que o salário não é pago há três meses.

‘’Os técnicos de enfermagem e enfermeiras contratados pelas empresas Total Saúde, Salvare, Medical, Medimagem, Silvio Correa e Tapajós, entre outras, estão sem receber seus devidos salários desde dezembro. Nem o 13º receberam’, informou.

Os trabalhadores reclamam que o dinheiro ainda não chegou à conta, embora as empresas digam que vão pagar. ‘’ Nós não sabemos se as empresas estão recebendo. Eles apenas falam que vão pagar, mas está virando rotina isso, todo mês o salario atrasa’’, completou Ailson.

Em nota a Secretaria Estadual de Saúde (Susam) informa que as pendências de pagamento com as empresas terceirizadas começam a ser quitadas até o final desta semana.

Por Daniel Prestes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir