Mundo

Tensão aumenta na Holanda após ataque a centro de acolhimento de refugiados

A polícia holandesa interrogou neste domingo (11) os supostos autores de um ataque ocorrido ontem contra um centro de acolhimento de refugiados na cidade de Woerden, na região central do país.

Cerca de 20 homens, vestidos de preto e com o rosto encoberto, arremessaram ovos e fogos de artifício no centro esportivo da cidade. Os suspeitos, com idade entre 19 e 30 anos, foram presos pela polícia ontem. Não houve vítimas.

O primeiro-ministro visitou o centro, que acolhe temporariamente 150 refugiados, incluindo 51 crianças. “Este ataque covarde é totalmente inaceitável”, declarou o primeiro-ministro na sua página do Facebook, acrescentando que os refugiados estavam “em choque” devido ao incidente. Disse ainda que os autores serão severamente punidos.

O atentado ocorreu num momento em que aumentam as tensões na Holanda em relação ao acolhimento de milhares de refugiados. De acordo com a distribuição decidida pela União Europeia (UE), o país deve receber, nos próximos dois anos, 7 mil pessoas.

Na semana passada, na cidade de Oranje, uma multidão revoltada tentou bloquear a passagem do carro do ministro-adjunto de Justiça, Klaas Dijkhoff, que acabava de anunciar que a pequena localidade deveria receber cerca de 1,2 mil refugiados, mais do que o dobro do previsto inicialmente.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir