Política

Temer libera R$ 150 milhões para Justiça Eleitoral a pedido do TSE

A pedido do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, o presidente interino, Michel Temer, abriu um crédito extraordinário de R$ 150 milhões para a Justiça Eleitoral.

O aporte, liberado por meio de medida provisória publicada na edição desta quinta-feira (9) do Diário Oficial da União, tem como objetivo ajudar no financiamento das disputas municipais deste ano, cujas campanhas eleitorais têm início agosto.

No final de maio, em reunião com o presidente interino no Palácio do Jaburu, Gilmar reivindicou a reposição dos recursos que foram cortados da Justiça Eleitoral.

O presidente da corte eleitoral ressaltou a necessidade de uma verba extra de R$ 250 milhões e lembrou que já havia conversado com o então ministro Romero Jucá (Planejamento) para a liberação de pelo menos R$ 150 milhões.

Segundo ele, não havia recursos suficientes, por exemplo, para a compra de 90 mil novas urnas eletrônicas para os pleitos municipais.

Com a liberação da maior parte do montante pedido, o Ministério do Planejamento ainda avalia a possibilidade de disponibilizar mais R$ 100 milhões. O Palácio do Planalto, contudo, considera a medida improvável diante do atual quadro fiscal.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir