Sem categoria

Temer diz que PMDB terá candidatura em Manaus

PLT_TEMER_Foto-Marcio-Melo-25

Ambas já foram citadas em outras oportunidades como possíveis candidatas nas eleições, tanto às municipais em 2016 quanto às gerais em 2018. foto: Marcio Melo.

O PMBD do Amazonas vai ter candidato próprio a prefeito de Manaus nas eleições de outubro. A afirmação é do presidente nacional do partido, o vice-presidente da República, Michel Temer, dada ontem na capital durante o evento “Caravana da Unidade”, que ele está realizando em todo o país. Temer disse ainda que não só em Manaus, mas a proposta da legenda é lançar candidaturas majoritárias em todo o interior do Estado. O vice-presidente também afirmou ser a favor da pavimentação da BR-319, rodovia que liga Manaus a Porto Velho, e acrescentou ainda que o PMDB vai disputar a sucessão presidencial, em 2018.

A “Caravana da Unidade” é a aposta do vice-presidente para unificar o partido em torno de sua candidatura à reeleição à frente da legenda, cujas eleições acontecem no próximo mês. O evento em Manaus acabou servindo também como um indicativo da legenda em torno de uma possível pré-candidatura do deputado federal Marcos Rotta a prefeito da cidade.

O parlamentar acabou “roubando a cena” na reunião do partido. Durante os discursos de saudação dos convidados, ele teve seu nome ovacionado pela plateia, que dirigia a ele palavras de incentivo para concorrer às eleições para prefeito em outubro deste ano.

Além da aclamação a Rotta, chamou atenção a presença de outras figuras políticas que não são membros do partido, como a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) e a atual superintendente da Zona Franca de Manaus, Rebecca Garcia, ex-deputada federal e filiada ao PP. Ambas já foram citadas em outras oportunidades como possíveis candidatas nas eleições, tanto às municipais em 2016 quanto às gerais em 2018.

Apesar das especulações sobre candidaturas e possíveis alianças, nenhum dos citados quis confirmar nenhum acordo. A reunião teve ainda as presenças dos deputados estaduais do PMDB, Vicente Lopes e Wanderlei Dallas; do vereador Marcel Alexandre; da senadora Sandra Braga; do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga; além do ex-coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa do Mundo de 2014 em Manaus (UGP Copa), Miguel Capobiango, e de outras lideranças nacionais e estadual do partido.

Braga permaneceu em silêncio e não falou com os jornalistas. Antes do encontro político com as lideranças locais, o presidente da República em exercício falou rapidamente com a imprensa local.

Estratégia

Temer garantiu que o movimento é parte de uma estratégia de unificação nacional em torno de uma proposta de governo. Ele disse ainda que a legenda terá candidatura própria para as próximas eleições municipais este ano e gerais em 2018. Em outros assuntos, como a questão do pré-sal e do impeachment, Temer foi evasivo. A respeito da destituição da presidente Dilma, Temer não polemizou. “Impeachment é uma questão do Congresso, não do partido”, finalizou.

 

Por Fred Santana

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir